https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

TU ME ALEGAS.

 

Tu me alegas não ter sido a intenção,mas me abalastes quando vi te corpo nu, acelerou-se descompassado o meu coração, minha visão a principio ficou turva, me concentrei na face oculta do teu eu e percebi que tens um ser que te habita, compreendi que basicamente fostes astuta, ao demonstrar teu sinuoso corpo ardente, tocar tua pele me coloca em suspensão visito as nuvens sem tirar do solo os pés, pensando assim eu já tomei minha decisão, ano que vem vamos trocar nossos anéis.
Em águas verdes tu boiavas igual a um peixe, os teus reflexos encheram minhas retinas, quanta beleza neste teu corpo de mulher, com tais encantos te assemelhas a uma menina, tenho certeza da tua pronta dedicação, eu perco o sono só de pensar em teus aconchegos, e rogo a Deus que me coloque em teu caminho, e nunca mais serei carentes dos teus chamegos.
Enquanto tu amamentavas a nossa cria, eu afastado curtia o encanto em prantos, pois quantas vezes me dissestes em nosso canto, que o nosso coito redundaria em uma benção, que alem do gozo o nosso Deus inda nos compensa, mandando em formas nossos cromossomos e gametas, e apaixonados nos entregamos a estas facetas, e foram tantas nossas núpcias prolongadas, e hoje em dia partilhamos desta estrada, onde o amor unido com a filosofia, nos faz completos, e nos aquece em noite e dia.




Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
556
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 29/01/2014 10:25  Atualizado: 29/01/2014 10:25
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6797
 Re: TU ME ALEGAS.
Um poema que se deslancha no mias fogoso dos desejo, um poema de pele

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 29/01/2014 16:38  Atualizado: 29/01/2014 16:38
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: TU ME ALEGAS.
Boa tarde Miguel !

linda poesia,parabéns amigo!

beijos