https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

ROMÂNTICO TRISTE

 
Eu tudo fiz para te amar
Sempre alimentei a paixão
Tu foste aquele Luar
Que não prateou meu coração.

Eu tinha ciumes do tempo
Que não me consagraste
Eu era o teu passatempo
Pois sei que nunca me amaste.

Romântico triste, sou eu,
Acreditei no teu amor
Mas não era que teu troféu
Que tinhas ao teu dispor.

Para amar tens passaporte
Mas a visa, não tens não
Tens amor sem cortesia
Tu és como o vento do Norte
Tens o Sol nas tuas mãos
Mas a tua alma é mais que fria.

Sou feliz desde que partiste.
Como a minha vida modou...!
Não penses que estou triste
Teu coração jamais amou.

Tenho outro amor na vida
Que me enche o coração,
Ele curou a minha ferida
É a consciencia da razão.

A. da fonseca











SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
6937
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 09/01/2008 17:12  Atualizado: 09/01/2008 17:12
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: ROMÂNTICO TRISTE
Mais um bom poema de A.Fonseca, ao seu jeito peculiar, de recorte popular, descritivo e com remate mais erudito. Parabéns.
h@p


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 09/01/2008 20:54  Atualizado: 09/01/2008 20:54
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: ROMÂNTICO TRISTE
Romântico é uma espécie em extinção, diz a música do Vander Lee, e concordo, somente um para escrever
tão belo poema!