https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

Index

 
Tags:  social    livro    proibido    Eu Canto O Poema Mudo    index  
 
.

Open in new window


Index


Doíam-me os poemas
nas suas páginas em combustão
alastrava a raiva dum fogo posto
Para o qual não havia água
Que o abrandasse
Lacrimejava-me o olhar
De tanto verso incendiário
- Quem é que via o meu sangue a arder ?

E se me perguntares:
Qual a razão desse impulso ardente
Dir-te-ei:
-Nunca soube em que ponto cardeal
O poema se cruza com a sua estrela ! ...





Luíz Sommerville Junior, Eu Canto O Poema Mudo, 120320141607


.
 
Autor
sommerville
 
Texto
Data
Leituras
1571
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
35 pontos
9
1
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2014 19:06  Atualizado: 12/03/2014 19:06
 Re: Index
muito belo. a magia das palavras. parabéns, Jorge.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2014 19:20  Atualizado: 12/03/2014 19:20
 Re: Index
Belíssimo!

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 12/03/2014 20:08  Atualizado: 12/03/2014 20:08
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3720
 Re: Index
como se pode comentar um texto que começa como o teu Poeta Luíz
"doíam-me os poemas" ou indo um pouco mais além

"o poema se cruza com a sua estrela"... ah... e como há tantas estrelas como esse sangue que arde... Magnífico. Obrigado.


Agradeço-te

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2014 20:08  Atualizado: 12/03/2014 20:08
 Re: Index
"Benditos" eram eles, que com a lista dos livros proibidos, negavam a imortalidade a aos homens da razão, homens onde na ignorância fez-se luz. Mas a cobiça na antiga era havia de ser maior que o bem comum, onde, o mesmo sangue que escorria na fogueira, tinha um exemplar na casa de Pedro. Belo manifesto. Tantos poemas foram-se, tantos poemas de Hermes ou outros tantos magníficos, tantos poemas que pertenciam a nós, poetas, mágicos, contempladores...
beijo, meu amor!

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 13/03/2014 00:19  Atualizado: 13/03/2014 00:19
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2420
 Re: Index
Bonito, impactante e reflexivo.
Gosto muito do modo que voce usa as palavras,
e como as representa de um modo intrinseco.
Beijos
*Mary*

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 13/03/2014 02:00  Atualizado: 13/03/2014 02:04
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6459
 Re: Index
Texto reflexivo
Envoltos de metáforas,
Um livro que arde
Na fogueira do tempo.
Proibição-livro-religião.
a ti nobre amigo
deixo gravada a minha admiração
E respeito para contigo!!!
Parabéns pelo contexto
Poema, vídeo e imagem.
levo.
Ray Nascimento

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 16/03/2014 12:02  Atualizado: 16/03/2014 12:02
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11191
 Re: Index
Luís,
Um belíssimo cruzamento poético.
Bj
Nanda

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 17/03/2014 23:48  Atualizado: 17/03/2014 23:48
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6823
 Re: Index
Doam-se as palavras nesse incomfundivel poema. Lagrima de um poema que chora seu poemas