https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Minimalistas : 

Domingo de Outono

 
_______

Outono desce nas tardes
de lembranças; perfuma
as mulheres que seguem
o som dos pomares

e adornam os cabelos
com fitas vermelhas
e flores miúdas...

Molham-se nas águas
das praias desertas,

vestem de silêncio
as horas mais dolorosas
e frias...

Longe vem a noite...

Cantam as sereias,
iluminam-se os mares.


Poemas em ondas deslisam nas águas.

 
Autor
RaipoetaLonato2010
 
Texto
Data
Leituras
391
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 04/05/2015 19:54  Atualizado: 04/05/2015 19:54
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: Domingo de Outono
e não é preciso muito mais para que o teu texto Poeta Jubilado seja o "Outono (que) desce nas tarde", e depois ficam os sons "o som dos pomares" (como ficou aqui brilhante), o movimento "cantam as sereias/ acordam os mares" e até os cheiros das "flores miúdas". Parabéns. Obrigado

Agradeço-te

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/05/2015 00:47  Atualizado: 07/05/2015 00:47
 Re: Domingo de Outono
poema que me acende em fantasia de flores, sabores e amores... gostei muito.
abraço