https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Poesia da noite

 
Poeta da noite
dança tango
brinca de ser poeta
e todos de novo
na mesma janela
pintando poesia
Já é dia
Voltamos a ser normais
Deixamos os segredos
do artista pra depois
Mas cadê o poeta?
Foi buscar palavras nas imensidões
do augusto infinito
fez-me acreditar e acredito
que neste entra e sai das letras
somos poemas escritos


Nanda

 
Autor
fernandamoreira
 
Texto
Data
Leituras
1101
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
8
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 11/04/2014 00:09  Atualizado: 11/04/2014 00:09
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6823
 Re: Poesia da noite
As vezes somos poema de nossas lindas inspirações que encanta nosso olhos de emoções. lindoo


Enviado por Tópico
sommerville
Publicado: 11/04/2014 02:23  Atualizado: 11/04/2014 02:23
Colaborador
Usuário desde: 21/08/2011
Localidade: Porto, Portugal
Mensagens: 1007
 Re: Poesia da noite fernandamoreira
Escreveu uma vez alguém que sonhava ser poeta:

"a orquestra executa tangos nos orgamos clandestinos!" ou seria o contrário?

o aspirante a escritor era eu(rsrsrrsrs)

Gostei muito, Levo.


PS: perdoe, mas o início do poema remeteu-me às gavetas da memória.


Bjs


Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 11/04/2014 06:14  Atualizado: 11/04/2014 06:18
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6463
 Re: Poesia da noite
Open in new window
Em eflúvios sentidos
Plasmas escritos
Num poemado-corpo
Frenéticos em letras
Absintando os movimentos
Degustado pelo frenesi
Do afã do desejo incontido
Em versos aflorados
Que meneia a memória da pele.
Ray Nascimento


Enviado por Tópico
SEMEANO
Publicado: 11/04/2014 18:03  Atualizado: 11/04/2014 18:03
Da casa!
Usuário desde: 18/02/2014
Localidade: Lisboa - Portugal
Mensagens: 383
 Re: Poesia da noite
Mto bem,Nanda,
Mais uma vez de parabens
Abç,
Semeano