https://www.poetris.com/
 
Textos -> Crítica : 

Noé: Uma análise do filme à luz da Bíblia

 
Tags:  filme    cinema    biblia    NOÉ  
 
Veio ainda a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, quando uma terra pecar contra mim, se rebelando gravemente, então estenderei a minha mão contra ela, e lhe quebrarei o sustento do pão, e enviarei contra ela fome, e cortarei dela homens e animais. Ainda que estivessem no meio dela estes três homens, Noé, Daniel e Jó, eles pela sua justiça livrariam apenas as suas almas, diz o Senhor DEUS. Ezequiel 14:12-14. (Grifo meu).

Quero, de forma bem sucinta, fazer uma análise do filme Noé que estava ansioso para assistir. Não posso dizer que sai do cinema desapontado com o que vi porque já imaginava que fosse ser daquela forma ou pior. Mas, confesso que não acreditei que pudessem descaracterizar uma história bíblica daquela forma. Tudo bem que o objetivo de Hollywood é vender, comercializar seus produtos para um mundo capitalista e sem escrúpulo. Mas, dai ser tão incoerente assim extrapola todos os limites.

O Noé do filme é totalmente diferente do Noé Bíblico. Esse último é um homem justo, temente a Deus e que tem em suas mãos uma grande responsabilidade. O primeiro é um assassino, rancoroso e, pior de tudo, confuso. Na verdade, parece-me que precisa de um tratamento psicológico. Horrível. O problema que vejo em tudo isso é que o filme contribui negativamente para popularizar uma imagem distorcida do que é o homem que Deus escolheu para construir a arca.

Nem é necessário abordar as incoerência contidas no filme como os gigantes de pedra, a gravidez na arca e os poderes mágicos do personagem Matusalém. Isso faz parte da ficção. Um exagero sem medidas para um filme considerado bíblico. Poderia estar bem situado em outros tipos de filmes. A Bíblia fala que antes e depois do dilúvio existiram gigantes na terra, mas de forma alguma eram gigantes de pedras. Outro fator para se observar é que os únicos seres caídos do céu eram os seguidores de Lúcifer e, estes jamais ajudariam Noé a construir a arca. Na Bíblia não fala como e quem ajudou Noé a construir aquela enorme construção, mas, com certeza, não foram gigantes de pedras depois transformados em anjos de luz indo para o céu. Isso é invenção cinematográfica sem fundamento bíblico.

O filme, no geral, descaracteriza o personagem bíblico e apresenta um Noé muito confuso. A Bíblia diz que Deus não é Deus de confusão. Com certeza o Noé bíblico sabia os desígnios de Deus e seguiu a risca sua orientação. No Noé do filme vemos uma pessoa sem sentimento e egoísta. Nem mesmo a família dele sabia o que ele estava fazendo. O Noé bíblico é um homem que segue a direção de Deus e faz exatamente o que Ele descreve sendo, assim, entendido pelos seus. O Noé bíblico passa confiança a sua família.

Minha indignação maior foi com as pessoas que entraram na arca. Quanta inverdade o filme apresenta. Na Bíblia encontramos Deus falando com Noé: Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo. Gênesis 6:18. Oito pessoas na lista bem detalhada. O Apóstolo Pedro confirma: Os quais noutro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água; 1 Pedro 3:20. A Bíblia é bem taxativa de quem entrou com Noé. No filme entra Noé, sua esposa, os três filhos e uma filha adotiva. Ridículo. E o mais ridículo de tudo que o filme apresenta é a forma em que Tubalcaim entra na arca. Isso mesmo, Tubalcaim! No filme o indivíduo entra pela lateral da arca e se esconde em meio aos animais e para piorar a situação ainda tenta induzir Cam a matar o próprio pai. Pior ainda, mata alguns animais. Só não me levantei do cinema porque já tinha pago meia entrada e queria assistir até o final para tecer minha análise com consciência do que tinha visto.

Tem mais uma série de inverdades em todo o filme. A pele de cobra que é repassado de pai para filho, as mágicas de Matusalém, a gravidez da filha adotiva de Noé, enfim. Coisas que não faz sentido estarmos problematizando aqui porque não é nosso objetivo. São inverdades construídas e que cauterizam as mentes mundanas. Mas, é preciso alertar alguns. A Bíblia diz que o mundo jaz no maligno e que o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos para que não resplandecessem a luz. Mas, a Bíblia também nos orienta a defender a nossa fé e estar preparado para isso. Esse texto é uma defesa da fé que tenho.

O filme, com certeza vai levar muitas pessoas ao cinema. Muitas dessas pessoas não leram e nem tem o hábito de ler a Bíblia e podem acabar acreditando que Noé era daquele jeito. Prezado amigo que estás a ler essa mensagem. O Noé bíblico foi um homem justo e temente a Deus. Um dos heróis da fé e herdeiro da justiça. Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé. Hebreus 11:7.

Devemos tomar muito cuidado porque nesses últimos dias há uma força maligna tentando nos afastar da verdade revelada na Bíblia. De forma sútil o Diabo tem transformado a verdade de Deus em mentira. A mesma estratégia que ele utilizou no jardim do Edém para enganar os primeiros da criação ele utiliza hoje. Através do cinema ele tenta mostrar um Noé desfigurado e sem as caracteríticas de um homem de Deus. Paulo escrevendo a Timóteo nos alertou sobre isso. Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; 1 Timóteo 4:1-2. Não podemos dar ouvidos a espíritos enganadores e acreditar nas mentiras de homens que só falam mentiras.

A passagem bíblica que abre esse texto fala-nos de um juízo de Deus para a nação que se desviar dos caminhos de Deus e que, nem mesmo Noé, Daniel e Jó, mesmo que intercedessem por ela não a poderia salvar. Esses três homens estão no patamar maior da justiça de Deus. São homens íntegros ao Senhor. Noé é um deles neste seletíssimo grupo. De maneira nenhuma podemos deixar que mentiras desfaçam o que Noé representa para o povo de Deus.

Quanto ao que se retirou e ao que se acrescentou da história bíblica de Noé para se produzir o filme a Bíblia diz: que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro. Apocalipse 22:18-19. Cada um deverá prestar contas do que faz aqui na terra.

Parafraseando um amigo internauta recomendo que assistam esse filme da mesma forma que assistem qualquer um outro filme, isto é, com sabedoria e discernimento. Que Deus em Cristo nos abençoe!

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
3795
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
19 pontos
7
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/04/2014 23:28  Atualizado: 14/04/2014 23:28
 Re: Noé: Uma análise do filme à luz da Bíblia
Nem de longe é um relato fidedigno não interesse na verdade bíblica infelismente


Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 15/04/2014 00:01  Atualizado: 15/04/2014 00:01
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Noé: Uma análise do filme à luz da Bíblia
Acho piada a estas visões dogmáticas e toldadas que não admitem outros cenários que não os circunscritos a um livro que, na minha opinião, tem um valor relativo... vale o que vale. não discuto, não aceito este afunilamento do pensamento mas... são opiniões.

Valdevinoxis


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 15/04/2014 01:23  Atualizado: 15/04/2014 01:23
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6808
 Re: Noé: Uma análise do filme à luz da Bíblia
Olá amigo,

Primeiro parabéns
pela analise do filme.
O inimigo faz de tudo
para distorcer a verdade
bíblica o que é uma pena.
O mundo já está mal e mensagens
assim:só piora a situação.Ainda
bem que você entende e aproveitou
para nos trazer uma analise perfeita.

Abraços,

Mary Jun



Enviado por Tópico
MicaelaFerreira
Publicado: 11/04/2021 10:30  Atualizado: 11/04/2021 10:30
Da casa!
Usuário desde: 22/10/2020
Localidade:
Mensagens: 270
 Re: Noé: Uma análise do filme à luz da Bíblia
Que rica inspiração. Saudações poéticas!

Carpe diem