https://www.poetris.com/
 
Textos -> Outros : 

Revoltada

 
Tags:  fantasia  
 
Revoltada. Ela estava revoltada e caminhava junto ao rio. Os seus movimentos eram internos e esboçados na personagem do maestro. Nem reparava em si. A verdade é que nem em si nem nos outros, de tão envolvida das razões da sua vida.

A distância que já percorrera era imensa, distraída, tinha andado muitos quilómetros sempre em frente. Envolvia-se entre os seus problemas e na busca das soluções.

Indecisa. Confusa. Numa luta ardilosa pelo seu estado equilibrado, deixava-se perder…fugia do mundo e de si!

O cansaço chegava lentamente, as suas forças diminuíam como se fossem uma tortura e dominavam o seu corpo inebriado de jovem mulher. Sentia o vento forte no seu rosto ainda que os seus olhos fossem ofuscados pelo sol.

Parou em lugar nenhum, perdida das realidades e das necessidades, perdida do espaço onde estava, o qual desconhecia. Sentiu a areia macia fazer de cama e extasiada, sentiu uma estranha transformação que associou à queda que deu, rápida e concisa.

Nem o tempo saberá dizer, quanto tempo passou. O corpo acordou atacado por uma onda mais rebelde. As mãos percorreram o rosto e detectaram uma tímida penugem, desceram ao peito, liso, sentido uma companhia peluda.

Acordou… homem!

Escondeu o passado e seguiu o seu caminho. Jamais voltaria a desperdiçar um minuto da sua nova vida.


Escrevo…para libertar as personagens que não consigo Ser!
________________________________________
http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/

http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/



 
Autor
Paulo Afonso Ramos
 
Texto
Data
Leituras
4923
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 15/01/2008 21:44  Atualizado: 15/01/2008 21:44
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: Revoltada
Quantas vezes andamos assim no meio da rua? sem ver nada nem ninguem...

um beijo, grande! muito grande mesmo!

Stone

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 15/01/2008 21:51  Atualizado: 15/01/2008 21:51
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: Revoltada
Muito interessante e reflexivo, mas revoltada
estou eu, e digo que não vou perder um minuto,
vou continuar postando eróticos, até que eles
deixem ser pontuação relevante no placar.
As obras poéticas valorosas ficam á mercê dos
mosquitos. Não acho justo. Beijos!

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 15/01/2008 21:58  Atualizado: 15/01/2008 21:58
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Revoltada
Belo texto. Se Homem significa Amor neste texto então valeu a pena viver cada minuto...

Bjs

Enviado por Tópico
PaulaMartins
Publicado: 15/01/2008 22:40  Atualizado: 15/01/2008 22:40
Da casa!
Usuário desde: 01/11/2006
Localidade: Setúbal
Mensagens: 273
 Re: Revoltada
Gostei bastante, deixei-me envolver e creio que também fiz a caminhada.

Beijinhos
Paula Martins

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/01/2008 01:30  Atualizado: 16/01/2008 01:30
 Re: Revoltada P/PAULOAFONSO
UM TEXTO LINDO E BELO, ONDE A REVOLTA ESSA DEU ORIGEM AO CANSAÇO E JJNTO À BEIRA CONSEGUIU POR FIM DAR DESCANÇO A SUA MENTE, E PODE ESCONDER O PASSADO SEGUINDO O SEU CAMINHO SEM JAMAIS VOLTAR A PERDER UM MINUTO DE SUA VIDA.
ADOREI, PARABÉNS AMIGO AFONSO

Enviado por Tópico
apollo 11
Publicado: 16/01/2008 10:07  Atualizado: 16/01/2008 10:07
Da casa!
Usuário desde: 12/10/2007
Localidade: Ermesinde
Mensagens: 229
 Re: Revoltada
Excelente poema parabéns. À caminhos tão longos e tenebrosos, que parecem nunca mais ter fim. Felizmente que existe a esperança senão, metade de nós acabava por sucumbir a meio dessa travessia.
Um abraço para você, amigo e ilustre poeta PauloAfonso.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 16/01/2008 23:00  Atualizado: 16/01/2008 23:00
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Revoltada
Excelente texto, com uma última frase muito marcante e verdadeira.

Beijo