https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

redenção

 


quantas estrelas serão contadas
e quantas nuvens rentes aos olhos
ainda irão passar?

elevo ao céu a compunção
desse não ter

não ter acolhido um momento.
não ter impedido a morte.
não ter confiscado o tempo
pra que não fosse aberta a cova
pra enterrar um sentimento.

desfiz-me do amor
que respirava por mim

é do céu a entrega dos
pedidos
aonde perco a linha
que prendia a pipa
que se vai à deriva
principiando a sumir

há abismos no céu
engolindo chances
de trazer-te novamente
pra perto
os voos de sorrisos,
tão teus,
tão vivos
e...

tão meus.





O que, às paredes, confesso.

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
650
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
8
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/06/2014 20:36  Atualizado: 26/06/2014 20:36
 Re: redenção
Tão seus,
Tão meus,
Tão vivos!

Que sonho, Mary!
Parabéns,


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/06/2014 21:02  Atualizado: 26/06/2014 21:02
 Re: redenção
Ah Mary, quanta doçura...

Minha sensibilidade aflorada sentiu a nobreza da tua essência...

Como não consigo escrever a imensidão do que sinto, apenas....

Agradeço!

Beijos,

Anggela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/06/2014 23:52  Atualizado: 26/06/2014 23:52
 Re: redenção
As vezes nossos corações se sentem amargurados pela dor de um amor que nos leva para o abismo, onde os lábios perdem os voos do sorriso

Um poema sentimental


Enviado por Tópico
cpo
Publicado: 27/06/2014 01:05  Atualizado: 27/06/2014 01:05
Da casa!
Usuário desde: 03/02/2011
Localidade:
Mensagens: 207
 Re: redenção
"há abismos no céu
engolindo chances
de trazer-te novamente
pra perto
os voos de sorrisos,
tão teus,
tão vivos
e...

tão meus"

Muitas vezes temos que aprender que o sorriso não pode ser um reflexo do outro.
Devemos ser capazes de sorrir todos os dias nem que seja para aquele estranho que se cruza connosco na rua.
Sorria sempre MaryS.

Um abraço e um :)