https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

De noite até à manhã

 
Conhecemo-nos aqui
Entre prosas e versos
De intenções disfarçadas
De noite até à manhã,
Foi como um beijo de amor
Uma mordidela no pescoço que envenena
E a condenação começava
De noite até à manhã,
Sabes, estou infetado com o teu vírus de amor
Já não descanso à noite
Morro por dormir na tua boca.
Um dia vou-te dedicar um poema,
Vou fotografar a nossa história em versos
E verás que este louco de pouco ou nada se esquece
E novamente as borboletas despertam dentro de ti,

E se um dia houver um adeus
Serei feliz se me disseres:

(-"Encontrei alguém melhor")



 
Autor
cpo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
934
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
38 pontos
14
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
fernandamoreira
Publicado: 04/07/2014 02:04  Atualizado: 04/07/2014 02:04
Colaborador
Usuário desde: 13/01/2014
Localidade: Sao Paulo
Mensagens: 2450
 Re: De noite até à manhã
Que lindo poeta
sentido teu sentimento por esse amor que cresce a cada dia
abcs de Nanda


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/07/2014 02:10  Atualizado: 04/07/2014 02:10
 Re: De noite até à manhã
Sabe poeta, acompanhando teus poemas, sempre lhe disse que tua forma de escrever é maravilhosa, tão dentro da alma...Cada frase é um poema completo, li, reli e lembrei-me desse poema, que reflete o teu jeito.

Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam voo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto
alimentam-se um instante em cada par de mãos
e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...

(Mario Quintana)

Teus poemas são assim voam na alma.

Beijos


Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 04/07/2014 02:33  Atualizado: 04/07/2014 02:33
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 2794
 Re: De noite até à manhã
Olá poeta. Se um dia houver um adeus...uma saudade profunda apodera-se da alma e nos faz imaginar o amor eterno. Um belo poema. Gostei muito.


Enviado por Tópico
Robertojun
Publicado: 04/07/2014 02:51  Atualizado: 04/07/2014 02:51
Colaborador
Usuário desde: 31/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2188
 Re: De noite até à manhã
Olá, cpo!

Belíssimo poema.
Amei ter lido.

Parabéns!

Abraço,
Roberto Jun


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 04/07/2014 11:24  Atualizado: 04/07/2014 11:24
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: De noite até à manhã
Esse vírus chamado amor penetra se de uma maneira que nosso corações se perdem na emoções, nossso olhos o sente intesamnete


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/07/2014 11:40  Atualizado: 04/07/2014 11:40
 Re: De noite até à manhã
Poeta,

É assim: amor crescente, às vezes ausente...começa de noite,às vezes dura até a manhã...se chegar o adeus, ainda assim ,continuará sendo AMOR!

Parabéns!

Beijo,

Anggela


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 11/07/2014 21:27  Atualizado: 11/07/2014 21:27
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: De noite até à manhã
às vezes o adeus é inevitável,
mas as boas lembranças fazem
com que dure... um segundo.

belo poema, como sempre!

bjo