https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

ABREM-SE AS CORTINAS DO CÉU

 
ABREM-SE AS CORTINAS DO CÉU
 

Diz-se: a noite é apenas uma sombra!
Tal afirmativa me assombra!
A noite é quando o Criador
Abre as cortinas do Céu
E apresenta quase doze horas
Do maior espetáculo de luzes,
Cores, brilhos, movimentos
E sons que, para o espírito dos seres
E das coisas, é cantiga de ninar!
O manto escuro da noite é apenas pano de fundo
No qual é projetado o Grande Espetáculo!
À noite, os Espíritos deixam seus corpos: rústicas roupas;
E usam suas vestes de gala: o corpo perispiritual!
Todo o cenário muda à noite: o clima, a cor,...
Até o cheiro da noite muda – cheira a perfume!
Apenas os seres noctívagos: morcegos, vampiros,
Lobisomens e os que, como eu, sofremos de insônia,
Não nos submetemos à metamorfose da noite,
Nossos olhos teimam em permanecer abertos:
Agarramo-nos ao corpo e passamos a noite despertos!


Manoel De almeida

 
Autor
ManoelDeAlmeida
 
Texto
Data
Leituras
859
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 10/08/2014 04:22  Atualizado: 10/08/2014 04:22
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6507
 Re: ABREM-SE AS CORTINAS DO CÉU
Olá Manoel,

Que texto
iluminado!
Divina inspiração...
Feliz dia dos pais.

Abraços,
Mary Jun