Poemas -> Saudade : 

As tuas lagrimas

 
Enquanto seguro as tuas lágrimas
Para sentir a tua tristeza em que te amarras
Num sufoco que chama por ti
Esse silencio que te queima sem fim
Quando pouco vales na tua vida
Não sabes se vale a pena senti-la
Seguro as tuas lágrimas no meu rosto
O sal que me queima e liberta num sufoco
Enquanto sinto as tuas lágrimas
Viajo sem sentido em estradas fantasmas
Sinto o sabor das histórias de cada lágrimar
Num absítintico passado te alimentavas sem respirar
Preciso dormir preciso sonhar
Para te ver de novo e poder tocar
Ouvir a tua voz num profundo silêncio inquieto
Não quero acordar não quero parar de viver
Enquanto dormir sonharei contigo e tenho-te por perto
Quando acordo minha cama vira sepultura sem querer
Chega a noite, adormeço, então aí volto a sentir
Como é bom estar contigo nem que seja a dormir
Em que a vida me dá estas segundas chances para te ver
Estás em mim mas à noite estás para mim
Quando acordo embalo as lágrimas que deixas-te
Numa saudade que me mata e dá vida
Choras dentro de mim magoas que te fogem
Mas é no meu rosto que as lágrimas correm
Quero que chegue a noite para voltar a viver
Quero que chegue a noite para te ter

 
Autor
MenteOculta
 
Texto
Data
Leituras
888
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.