https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Condenação sócio-laboral

 
Condenação sócio-laboral

Hoje eu acordei como um pedreiro
E trabalhei como um pedreiro
E cansei como um pedreiro
E almocei como um pedreiro

Hoje eu acordei como um pedreiro
E falei como um pedreiro
E cantei como um pedreiro
E vesti-me como um pedreiro

Hoje eu acordei como um pedreiro
E amei como um pedreiro
E andei nos mesmos veículos que transportam um pedreiro
E suei como um pedreiro

Hoje eu acordei como um pedreiro
E fui visto como um pedreiro
E fui ignorado como um pedreiro
E fui contratado como um pedreiro

Hoje eu acordei como um pedreiro
E morei como um pedreiro
E gastei como um pedreiro
E o meu nome passou a ser “ah, é o pedreiro!”

Bernardo Almeida - livro Crimes Noturnos/2006
www.bernardoalmeida.jor.br

 
Autor
BernardoAlmeida
 
Texto
Data
Leituras
561
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 15/12/2006 13:10  Atualizado: 15/12/2006 13:10
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Condenação sócio-laboral
Excelente... para além de qualquer comentário. Simplesmente excelente.

Valdevinoxis

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 15/12/2006 15:02  Atualizado: 15/12/2006 15:02
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Condenação sócio-laboral
Adorei o que fizeste a uma profissão.
Ou aceitamos o que somos ou percebemos com o tempo..
Gostei muito..

Beijinhos