https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Minha Máxima Culpa

 

Em uma tarde ensolarada
com as mãos amarradas
foi jogada em uma estrada abandonada
deixada para morrer

Mea Culpa

Tentou se defender até que o cansaço
fracassou suas tentativas
de não sentir dor

Mea Culpa

a cada grito um gemido
a cada grito um osso se quebrava
a cada grito sua vida suprimia
e o ódio aumentava

Mea Culpa

Nem por toda eternidade
esqueceria os gritos silenciosos
suplicando a morte para leva-la

Mea Culpa

O constrangimento de ser quem era
consumia sua existência
nem a dor, nem o sangue,
ou os hematomas em seu corpo
afastavam a sensação
de humilhação, de asco, de repudio e
de culpa

Mea Culpa

Disseram-lhe que em uma humanidade desumana
coisas ruins aconteciam
Ainda sim não conseguia
deixar de sentir culpa
por não ter morrido
por ter se permitido
sobreviver

Mea Culpa, Mea Maxima Culpa




thess

 
Autor
Thessica
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1316
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
20
6
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 17/11/2014 22:01  Atualizado: 17/11/2014 22:01
Membro de honra
Usuário desde: 07/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15759
 Re: Minha Máxima Culpa
Não sei se tem algo a ver, mas o texto lembrou-me uma menina de treze anos que foi abusada recentemente pelo caseiro de um condomínio, que foi amarrada, colocada dentro de um saco e jogada dentro de um rio e sobreviveu para contar e para denunciar o agressor. Acho que a culpa destas atrocidades contra a vida humana é culpa nossa por eleger tantos corruptos. Texto par ler, reler e refletir. Um abraço e tudo de bom!


Enviado por Tópico
charliebartolomeu
Publicado: 18/11/2014 15:58  Atualizado: 18/11/2014 15:58
Participativo
Usuário desde: 31/10/2014
Localidade:
Mensagens: 34
 Re: Minha Máxima Culpa
Muito bom


Enviado por Tópico
marciocorrea
Publicado: 19/11/2014 14:25  Atualizado: 19/11/2014 14:25
Da casa!
Usuário desde: 30/10/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 374
 Re: Minha Máxima Culpa
lindo, triste mas lindo e muito bem escrito, vc escreve perfeitamente, amo o q escreves


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/11/2014 16:17  Atualizado: 20/11/2014 16:17
 Re: Minha Máxima Culpa
Estupendo! Lindoooooooooo! Lindoooooooooo! Arrasou querida! Bjm


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/11/2014 14:37  Atualizado: 26/11/2014 14:37
 Re: Minha Máxima Culpa
Texto forte, de tintas bem vivas que misturadas tecem um quadro chocante.
É a vida?

Bom texto, no que se propõe dizer, disse o bem demais


Abraços


Enviado por Tópico
O_Poeta_Chanfrado
Publicado: 27/11/2014 20:28  Atualizado: 27/11/2014 20:28
Participativo
Usuário desde: 13/05/2009
Localidade:
Mensagens: 34
 Re: Minha Máxima Culpa
Gostei bastante deste texto por varias razões. O tema claro e evidentemente forte. A estrutura do poema que como que nos obrigada a pausar e a sentir todas as dores possíveis do personagem. Gostei pelo sentimento que me provocou (detesto poemas inócuos).

Parabéns! A tua sensibilidade adapta se que nem um luva a estas temáticas!


Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 05/10/2015 09:56  Atualizado: 05/10/2015 09:56
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 525
 Re: Minha Máxima Culpa
A interiorização do sentimento de culpa é uma amarra que restringe a ação da vítima constrangindo a sua interação social.

Juvenal Nunes


Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 05/10/2015 14:05  Atualizado: 05/10/2015 14:43
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 4685
 Re: Minha Máxima Culpa
Cara, Théssica.

Li teu poema, li os comentários; Reli o poema e reli os comentários. A cada vez que lia mais difícil eu me posicionar diante do texto. Vou tentar a seguir repassar algumas ideias sem a pretensão de esgotar a compreensão que tua escrita suscita.

Em primeiro lugar, o grande protagonista do teu poema é a culpa, não o agressor ou a agredida. Isto parece ir além do tragédia pessoal que é o estupro para os envolvidos e antes salienta o sentimento de culpa que se experiencia então como algo indiferente a razões, argumentos, considerações ou consolações. Não: A vítima não fez nada para merecer o que lhe aconteceu, mas, ao mesmo tempo, não se perdoa!... Por quê? Por que carrega uma culpa tão grande? Penso que a gente quando sofre um abuso físico -- homens, mas principalmente mulheres -- lamentamos o fato de que não controlarmos o Universo... Simplesmente coisas ruins acontecem todos os dias e não há civilização humana que desconheça a violência sexual.

Dir-se-ia que sob uma fina casca de civilidade existe sempre à espreita um vampiro pronto para se saciar mediante o sofrimento alheio, perpetuando sua linhagem de ódio e dor em vítimas que passam a ter, subitamente, a dimensão do tamanho da maldade.

Essa consciência da maldade humana que faz com que nos sintamos culpados talvez porque o pecado de um ser humano é o pecado de toda a humanidade. Somos feitos do mesmo barro e, infelizmente, capazes das mesmas atrocidades. Aqueles que agridem são insuportavelmente próximos. São conhecidos, parentes, amigos e até amores... É triste reconhecer numa face, conhecida ou não, um monstro que não se importa com mais nada além do saciar de sua necessidade e, no desespero de evitar consequências ao seu acto, condena a vítima a uma morte precoce, solitária e ultradolorosa.

Considerando a estatística que mencionas, Théssica, o problema é imenso. Milhares de homens e mulheres mutilados no corpo e na alma andam por aí carregando essa culpa por terem sido vítimas de estupro. E uma culpa assim nem o perdão de um sacerdote o do próprio Deus parecem atenuar: o abusado é alguém cuja vontade foi ignorada e cuja vida foi considerada sem qualquer valor. Sobreviver já foi um esforço sobre-humano. Viver então...

Obrigado, Théssica, pelo olhar sensível sobre a dor e a culpa que, humanamente, carregamos todos.

Abraços, Ricardo.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 05/10/2015 14:14  Atualizado: 05/10/2015 14:15
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Minha Máxima Culpa P/Thessica
Um poema forte, constante e que constrange, mas muito bem conduzido, selvagem e verdadeiro infelizmente! Muito bom, louvo-a. Beijinho Vólena


Enviado por Tópico
Pacheco
Publicado: 05/10/2015 15:45  Atualizado: 05/10/2015 15:45
Da casa!
Usuário desde: 28/09/2015
Localidade: Rio das Ostras - Brasil
Mensagens: 202
 Re: Minha Máxima Culpa
Lembra a Geni do Chico! A culpa se entranhou nas nossas cabeças, nem nos damos conta dela...um ótimo texto para se pensar...Abraço.