Poemas : 

só era diferente do que podiam ver

 


Já amei quem não me queria,
deixando a quem me amava.
Muito errei e não fui perdoado,
perdoando o que se fez errado.

Jamais encontrei o que procurava,
quis o que não devia ser encontrado,
disse aos ventos que eram absolutas
muitas das verdades que questionava.

Não sabia que poderia ser tão frágil,
nem todos quiseram me conhecer,
nem todos eles ali poderiam saber,
mas eu não era melhor, nem pior,
só era diferente do que podiam ver.

 
Autor
Zambrito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
780
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/12/2014 20:25  Atualizado: 03/12/2014 20:25
 Re: só era diferente do que podiam ver
As vezes o diferente por não ser compreendido,assusta, gera desconfiança e afasta co isso ambos os lados sofrem as consequências.Compreendo bem a mensagem da sua inspiração poética.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 03/12/2014 22:54  Atualizado: 03/12/2014 22:54
Membro de honra
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8560
 Re: só era diferente do que podiam ver
Que maravilha de poesia, poeta!!!

Nos olhos fundos de cada um, talvez todos nós estejamos de modos diferentes.

Parabéns, eu amei!

Abraços!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/12/2014 14:54  Atualizado: 10/12/2014 14:54
 Re: só era diferente do que podiam ver
Poeta,

Esta valendo cada minuto de leitura!

Muito bom!

Abraços!