https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

A FLOR DO MEU JARDIM

 
Adentrei ao meu jardim
colorido de flores e cheio de amores
sem rumores, sem rancores
para achá-la, apalpá-la, confortá-la
hesitei, cambaleei
mas fui conduzido, sim, abduzido
pelas vibrações dos sentimentos
sim, dos sentimentos
dos meus AMIGOS
sim , POETAS e POETISAS
Estou ao lado
lembra-se do meu olhar ?
Pôr onde andas minha BRANCA FLÔR ?
que borbulhas sensações de amor
que choras lágrimas de dor
que me gritas ao sol se pôr
me queimes em Teu ardor
e me livres de estar sóbrio
em meu jardim
colorido de flôres e cheio de amores.

AmigoMenino!


AmigoMenino!

 
Autor
Soares
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1606
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
25 pontos
5
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/12/2014 02:38  Atualizado: 21/12/2014 02:38
 Re: A FLOR DO MEU JARDIM
Lindissimo!


Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 22/12/2014 20:37  Atualizado: 24/12/2014 01:45
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6470
 Re: A FLOR DO MEU JARDIM p/ Meu AmigoMenino
Meu AmigoMenino


"O amor nunca morre...
Somente adormece, para
Que possa ressurgir mais forte ainda"
EngoAlan
...

O amor eclode de uma semente plantada
A flor da pele...
A luz da poesia minha, que
É tua traduzida em mim
Na notívaga flor de jasmim...
A flor da pele.

Ray Nascimento

Open in new window

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 23/12/2014 02:10  Atualizado: 23/12/2014 02:10
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6470
 Re: A FLOR DO MEU JARDIM
Open in new window

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 25/12/2014 18:12  Atualizado: 25/12/2014 18:12
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6470
 Re: A FLOR DO MEU JARDIM
Que vivamos o verdadeiro significado do NATAL, todos os dias

...

Na linha da saudade e do amor
Que nasce na foz do rio nosso
Meus olhos se fecham quedados
Da falta de sabedoria brindada
Pelo Natal
Em cálices Divinos
Num ritual que alimenta MUNDOS
Num ajoelhar em reverencia
Ao menino Cristo
Saudando a força infinita
De sua gloria e paz.
...
De um amor d'onde
O eterno vivificado
Sacro é o dia
Do Teu Nome J-E-S-U-S
...

Na tríade verdade hasteada na cruz
Nos dando a lição de vida
Derramada de amor pelo sangue
Que verteu
Por nossa salvação
...

Nos mostrando
Que a vida terrena somente
Tem um sentido
Se tiver a fusão
Com o
A-M-O-R F-R-A-T-E-R-N-O- UNIVERSAL
...

Neste momento sublime
Letras se ajoelham
E o SIlencio o cobrem de louvor.

...
...
...

Ray Nascimento

Leia mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=284835 © Luso-Poemas