https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

DESPRAZER

 
Tags:  poema  
 
DESPRAZER
 
DESPRAZER
(Jairo Nunes Bezerra)

Quando a sensualidade deixa de ser sensualidade,
E a sublimação do amor se evapora no espaço,
Vai-se aos poucos a nossa felicidade,
Ante tristes e sucessivos ocasos!

É quando a fatalidade se propaga radicalmente,
Deliberando sobre as nossas decisões enraizadas...
E, submisso ao seu ditame, de repente,
Seguimos impulsivos por estradas desativadas!

E o tempo celere alheio às intempéries da vida,
Transforma os nossos anseios em lutas renhidas,
Metamorfoseando os nossos sentimentos!

E privado de nossas fantasias vão-se os desejos,
Isolados de novos e vigorantes anseios,
Deixando-nos desolados, sem entretenimentos!


 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
314
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.