https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

ALFORRIA

 
Open in new window



A luz do alento
que ilumina a minha mão
faz aviar de mim um verso
pra extrair o avesso do avesso
síntese de meu universo...

Como é grande o que em meu ser adverte
sobre a minha imortalidade!

É a luz da Lua, então,
que faz a minha fotossíntese

ao libertar a doce seiva da imaginação
destrava as comportas da emoção
e minh'alma nua, ressurgida
alforria a mim mesma!


Maria Lucia (Centelha Luminosa)

Open in new window





Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window


 
Autor
Semente
Autor
 
Texto
Data
Leituras
989
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
49 pontos
21
6
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Keithrichards
Publicado: 20/01/2015 21:58  Atualizado: 20/01/2015 21:58
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2014
Localidade:
Mensagens: 2512
 Re: ALFORRIA
Foi um prazer poder viajar na expansão do seu nobre universo, lindo clarear de fundo de alma, exposta em versos, gostei um grande abraço!


Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 20/01/2015 22:06  Atualizado: 20/01/2015 22:23
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6404
 Re: ALFORRIA
A lua tem este dom
De pratear todas as letras
E deixar por onde passa
O seu inebriante perfume
Na calda de um cometa
Nas plêiades da imensidade
N'uma nave que se chama poesia
Nas asas de uma gaivota
Há pluralidade de sentimentos.

Ray Nascimento

Open in new window


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/01/2015 10:42  Atualizado: 21/01/2015 10:42
 Re: ALFORRIA
De vez em quando sua alma se expõe?? Pois vejo isso a cada belíssimo poema que nos presenteia, mas parece-me lógico já que extrai do avesso do avesso, ou seja, do que sua alma transparece na pele! E que herói melhor existiria, que nós mesmos, a nos libertar? Parabéns!! beijo grande.


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 21/01/2015 11:09  Atualizado: 21/01/2015 11:09
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2400
 Re: ALFORRIA
Bonito Maria Lucia.
Voce tem muita alma para escrever.
Deixa transparecer muito uma forca dificil
de explicar em palavras.

Beijos

*Mary Fioratti*


Enviado por Tópico
Setedados777
Publicado: 22/01/2015 03:17  Atualizado: 22/01/2015 03:17
Da casa!
Usuário desde: 23/03/2012
Localidade:
Mensagens: 280
 Re: ALFORRIA
Poesia suave e envolvente, como se fosse uma pena a cair deslizando no azul do ar. Lindíssima! Parabéns e muito obrigado pela visita.


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 22/01/2015 10:35  Atualizado: 22/01/2015 10:35
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6798
 Re: ALFORRIA
Algo que se liberta dos seios que penatra em nossos corpos desvendando cada pedaço aflorado pela essência de seu universo, de sua doce seiva.


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 23/01/2015 19:20  Atualizado: 23/01/2015 19:20
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6608
 Re: ALFORRIA
Olá Semente.

Um conjunto
perfeito!
Aplausos...

Beijos,
Mary Jun


Open in new window




Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/01/2015 07:00  Atualizado: 24/01/2015 07:00
 Re: ALFORRIA
Bom dia querida! Mais que linda poesia, confesso que não há compreendi, mais como dizia Pessoa, poesia não é para ser entendida e sim lida rsrs. Beijos........


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 25/01/2015 13:39  Atualizado: 25/01/2015 13:39
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4259
 Re: ALFORRIA
Olá Semente

Maravilhosa e doce seiva que assim nos permite ler pormenores do seu interior, na mais bela comunhão das emoções sob o cintilar de seu Universo.
Lindo Semente, muito lindo mesmo.
Parabéns amiga

Beijinho
Eureka


Enviado por Tópico
MelissaOwenAlways
Publicado: 09/02/2015 03:07  Atualizado: 09/02/2015 03:07
Da casa!
Usuário desde: 28/11/2014
Localidade:
Mensagens: 309
 Re: ALFORRIA
Ai Semente Gostei tanto! nem sei bem explicar, é como se viajasse pelo poema e pelas suas palavras.

"ao libertar a doce seiva da imaginação
destrava as comportas da emoção
e minh'alma nua, ressurgida
alforria a mim mesma!"

destaco estas palavras lindas, que me faz lembrar um pouco de mim, do facto de gostar de imaginar, de sonhar, e de viver esses momentos sempre com o coração! adoro! <3