https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Juvenis : 

Rosa Bela

 

Rosa Bela
vagarosa,
tímida moça
nordestina.

Esquiva e esquálida,
no corpo de menina,
deixa longe as saias
na areia branca e fina.

Perto da alma,
vê espinhos.


lumina-se na oração.
Lê versos inspirados
no amor e no perdão.

Dobram lágrimas
espelhos quebrados.

Pulsos cansados
sangram no chão.

Rosa Bela solta as cores
no cinza das paisagens
desenhadas no sertão.

 
Autor
TecaLima
Autor
 
Texto
Data
Leituras
770
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
3
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/02/2015 21:23  Atualizado: 26/02/2015 21:23
 Re: Risa Bela
Encantou minh'alma!

Grata pela partilha


Abraços

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 27/02/2015 01:47  Atualizado: 27/02/2015 01:47
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9324
 Re: Risa Bela
Boa noite Teca, seus versos dissecam com primazia esta pesarosa convivência entre a sertaneja nordestina, e as adversidades climáticas que perfazem o seu cotidiano, parabéns pelo redundante poema, um abraço, MJ.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 01/03/2015 02:32  Atualizado: 01/03/2015 02:32
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Rosa Bela
tudo tão bem desenhado Teca. sou só agradecimentos. bjs