https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Era Balela

 
Open in new window

Ah! Estou me tornando cética

Como queria me apegar às asas da

esperança, mas...

Só vejo asas em aves e insetos

Quem me dera ver passarinhos, porém

tenho a impressão de observar morcegos,

corvos e são tantos, que se eu correr

até tropeço!

A asa da borboleta é bela e essa tem

curta expectativa de vida, oh vida!

Será que é assim também com as

demais espécies?

Imaginei que evoluiríamos nos quatro

estágios da vida, mas...

Era balela

Olhando para os cantos do mundo só vejo

dejetos!


Janna



 
Autor
Jmattos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
963
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
75 pontos
33
9
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
kripy
Publicado: 30/03/2015 20:14  Atualizado: 30/03/2015 20:14
Colaborador
Usuário desde: 26/05/2010
Localidade:
Mensagens: 2994
 Re: Era Balela
minha amiga Janna até os anjos com asas viram um dia demônios.um beijinho,kripy.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 30/03/2015 20:43  Atualizado: 30/03/2015 20:43
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16052
 Re: Era Balela
Cipriano
Somos semelhantes aos anjos ou aos demônios? Pela grande quantidade de lixo que espalhamos pela natureza e a forma como a exploramos tem me deixado numa grande dúvida! Vejo muita conversa mole sobre sustentabilidade mas nenhuma medida efetiva que seja adotada por todos! Gostaria de ver muitas andorinhas em comunhão nesse sentido, mas pressinto que haverá muitos corvos matando a fome com nossa carne podre e sedenta! Desculpe se estou pessimista hoje! Depois melhoro! Rsrs
Beijos!

Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 30/03/2015 20:51  Atualizado: 30/03/2015 20:51
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: Era Balela
Gostei imenso desse termo intitulado na poesia e existem realmente "balelas" em massa...um canto perspicaz e consciente...o sonho comanda vida mas nunca é demais ter consciência que a realidade volta.
Bem construído Janna.
Saudades de te ler também menina.
bj


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/03/2015 21:27  Atualizado: 30/03/2015 21:27
 Re: Era Balela
Tudo acontece nos olhos da veracidade mais nada é feito, nada procuram se fazer. Essa tal de sustentabilidade, nada se sustenta. Por isso não acreditamos em alguma expectativa


Enviado por Tópico
Jovina
Publicado: 30/03/2015 23:27  Atualizado: 30/03/2015 23:27
Colaborador
Usuário desde: 23/09/2012
Localidade: Salvador
Mensagens: 538
 Re: Era Balela
pois é cara poeta,
Há uma esperança não é lúcida
que nos leva a esperar a passagem
do arco-íris.
Excelente texto para reflexão.
Jovina



Enviado por Tópico
Jovina
Publicado: 30/03/2015 23:58  Atualizado: 30/03/2015 23:58
Colaborador
Usuário desde: 23/09/2012
Localidade: Salvador
Mensagens: 538
 Re: Era Balela
Pois é, cara poeta
Há uma esperança não lúcida
que nos leva a esperar a passagem
do arco-íris.
Excelente texto para reflexão.
Jovina

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/03/2015 03:15  Atualizado: 31/03/2015 03:15
 Re: Era Balela
Gostei, as vezes a vida é balela rs afff.


bjos Janna.


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 31/03/2015 08:06  Atualizado: 31/03/2015 08:06
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6403
 Re: Era Balela
"A evolução está estagnada pelo egoísmo dos homens e a esperança esfacelada pelas ambições. O mundo de tanga está".

Gostei do poema-parabéns poetisa Jmattos

abs

upanhaca


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 31/03/2015 11:52  Atualizado: 31/03/2015 11:52
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29212
 Re: Era Balela
Um mundo que os homens faz dos momentos os instantes de crueldade, somente maldade


Enviado por Tópico
Iolanda Brazão
Publicado: 31/03/2015 18:07  Atualizado: 31/03/2015 18:07
Da casa!
Usuário desde: 07/09/2007
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 366
 Re: Era Balela
Reflexivo versejar e ao mesmo tempo envolvente.

Bravo!!!


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 01/04/2015 14:49  Atualizado: 01/04/2015 14:49
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9267
 Re: Era Balela
Bom dia Janna, como de fato o mundo esta a cada dia mais pesaroso, e os nossos incômodos se multiplicam, parabéns pelo contundente poema, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 03/04/2015 16:42  Atualizado: 03/04/2015 16:43
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4212
 Re: Era Balela
Olá Janna

Mas quem disse que a esperança tem de ter asa, heim menina? rssss
A esperança pode ser levada suavemente num sopro, qual penugem sempre livre de ser sentida em qualquer lugar do Mundo.
Borboletas são promessas de arco irís para seus olhos de menina verem no horizonte, e com elas esquecer esses dejectos que visualizou nos quatro cantos do Mundo.

Muito bonito teu poema Janna. Tenho andado faminta de te ler.

Gostei muito deste teu sorriso

Beijos
Eureka


Enviado por Tópico
agniceu
Publicado: 03/04/2015 20:37  Atualizado: 03/04/2015 20:37
Da casa!
Usuário desde: 08/07/2010
Localidade:
Mensagens: 272
 Re: Era Balela
É sempre um privilégio imenso, escutar com o coração os teus dizeres belos …

No entanto, prefiro quando escreves sobre algo mais optimista ou romântico…apesar de achar o texto belíssimo.

A minha humilde opinião é que não deverias amputar as asas da esperança, todos sabemos que elas são transparentes e quando menos se espera elas reflectem todas as cores do céu

Não desistas de ser feliz …

Um abraço meigo .


Enviado por Tópico
SoniaNogueira
Publicado: 04/04/2015 21:12  Atualizado: 04/04/2015 21:12
Colaborador
Usuário desde: 31/10/2007
Localidade: Fortaleza
Mensagens: 659
 Re: Era Balela
Belo pensar sobre a relaidade do mundo,
dejetos por todos os lados. Abs.


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 04/04/2015 22:06  Atualizado: 04/04/2015 22:06
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2655
 Re: Era Balela
Intervenção.

Caminho entre borboletas,
morcegos, corvos...

São tantos bichos de asas!

Se ficar ou correr,
quebram-se as garras.
Minhas asas são de plástico
e pano.

Tropeço nas estrelas.
Caio no meio do mar.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/04/2015 14:29  Atualizado: 06/04/2015 14:29
 Re: Era Balela
Achei maravilhoso este seu poeme, querida....


Enviado por Tópico
Poemas&Amigos
Publicado: 24/04/2015 05:38  Atualizado: 24/04/2015 05:38
Super Participativo
Usuário desde: 23/04/2015
Localidade:
Mensagens: 165
 Re: Era Balela
Lindo, lindo, lindo!