https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 90 »
Textos deste autor
Offline
Azke
"Exato, o absurdo,"
"O que não tem remédio remediado está." (Otelo) Ato I - Cena III qual...
Enviado por Azke
em 06/07/2018 02:46:38
Textos deste autor
Offline
Rogério Beça
Anabela
"Quando estou de frente parece que estou de lado, quando estou de lado parece que ninguém me...
Enviado por Rogério Beça
em 30/06/2018 05:49:48
Textos deste autor
Offline
AjAraujo
O corvo (Edgar Allan Poe)
1 Numa meia-noite agreste, quando eu lia, lento e triste, Vagos, curiosos tomos de ciências anc...
Enviado por AjAraujo
em 29/06/2018 12:05:58
Textos deste autor
Offline
Azke
"mais q,"
"Fora de casa sois pinturas; nos quartos, sinos; santas, quando ofendeis; demônios puros, ...
Enviado por Azke
em 24/06/2018 02:10:29
Textos deste autor
Offline
Rogério Beça
A diminuição do coito
Tresandava a vinho, o único perfume que se lhe conhecia. À mesa do jantar os nove respiravam sil...
Enviado por Rogério Beça
em 23/06/2018 07:28:06
Textos deste autor
Offline
Azke
quando palavras te caem como chuvas..
"(...)Toma-me pelo instrumento que melhor te agrade e por muito que me dedilhes, posso gara...
Enviado por Azke
em 17/06/2018 01:52:41
Textos deste autor
Offline
Azke
um pouco de luz,
"Fora de casa sois pinturas; nos quartos, sinos; santas, quando ofendeis; demônios puros, ...
Enviado por Azke
em 11/06/2018 02:36:37
Textos deste autor
Offline
Azke
soneto de caber aos cantos dela,
"Se tem de ser já, não será depois; se não for depois, é que vai ser agora; se não for ago...
Enviado por Azke
em 09/06/2018 02:58:36
Textos deste autor
Offline
Azke
"ensaio de,"
“Quem, tendo um coração para amar e nesse coração a coragem suficiente para tornar conhecido o se...
Enviado por Azke
em 05/06/2018 03:09:32
Textos deste autor
Offline
Azke
"nothing,"
"Se tem de ser já, não será depois; se não for depois, é que vai ser agora; se não for ago...
Enviado por Azke
em 02/06/2018 03:36:28
Textos deste autor
Offline
Azke
"do soneto deste fim aparente, de repente.."
"Fora de casa sois pinturas; nos quartos, sinos; santas, quando ofendeis; demônios puros, q...
Enviado por Azke
em 02/06/2018 03:29:15
Textos deste autor
Offline
Carii
Ser-(me)
Ser poesia solta palavras espalhadas revolta de letras em suspiros de vento Ser pétala escu...
Enviado por Carii
em 25/05/2018 22:35:16
Textos deste autor
Offline
Azke
"Ato 1: sem cenário em cem pistas deixadas e p'ra trás,"
"Fora de casa sois pinturas; nos quartos, sinos; santas, quando ofendeis; demônios puros, ...
Enviado por Azke
em 17/05/2018 03:23:43
Textos deste autor
Offline
Eureka
“Doi que Doi”
“Doi que Doi” Doi, e sempre irá doer Com o coração partido em pedaços De tantos e tão pequenos o...
Enviado por Eureka
em 16/05/2018 16:35:48
Textos deste autor
Offline
Azke
"Unidade de representação ao absurdo"
(texto inédito!) “Junto de vós todo o universo está comigo. Como podeis então dizer que estou ...
Enviado por Azke
em 05/05/2018 03:01:08
Textos deste autor
Offline
Azke
"A partir de,"
"Fora de casa sois pinturas; nos quartos, sinos; santas, quando ofendeis; demônios puros, q...
Enviado por Azke
em 03/05/2018 02:48:39
Textos deste autor
Offline
Azke
"going to,"
"Fora de casa sois pinturas; nos quartos, sinos; santas, quando ofendeis; demônios puros,...
Enviado por Azke
em 29/04/2018 03:04:43
Textos deste autor
Offline
Azke
"Devastação"
"Mesmo que sejas tão casta quanto o gelo, e tão pura quanto a neve, não escaparás(...)"...
Enviado por Azke
em 25/04/2018 03:06:52
Textos deste autor
Offline
Azke
"tornar a bater,"
"(...)o coração em dois me partes. Jogai fora a metade que não presta, para com a outra pa...
Enviado por Azke
em 25/04/2018 03:03:37
Textos deste autor
Offline
bianca.camargo
Num piscar de olhos
Sendo o que sou, Olho no espelho. Breve imagem do presente, Nada mais que uma faísca. Alma morna...
Enviado por bianca.camargo
em 21/04/2018 04:04:42
(1) 2 3 4 ... 90 »