https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Dialeto

 
Tags:  alma    sentimento    emoção    peito    língua  
 
Dialeto

desculpe-me por meu escrever imperfeito
é que minha escrita nao adere aos seus preceitos
De palavras triviais minha alma se refaz nesse leito
branco e imaculado onde repousa a lingua morta do meu peito
folheam-se as dores do meu amago ao leu como o outono
cortado no ceu como relampago a espera de uma nova manha de sol acalentada pelo sono
sangro palavras estancadas por esta folha
derramadas pelo gramado esperando outra alma que as acolha

 
Autor
vandin99
Autor
 
Texto
Data
Leituras
630
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
0
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.