https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 »
Textos deste autor
Offline
elendemoraes
Inverno na alma
Inverno na alma Elen de Moraes Kochman -Trova -
Enviado por elendemoraes
em 31/08/2017 20:28:09
Textos deste autor
Offline
Nininha
Afago dos palatos
Olhos nos olhos e o sorriso nos lábios A pressa das mãos se encontrarem nas costas Um único pe...
Enviado por Nininha
em 05/04/2017 12:03:09
Textos deste autor
Offline
vandin99
Dialeto
Dialeto desculpe-me por meu escrever imperfeito é que minha escrita nao adere aos seus preceitos...
Enviado por vandin99
em 25/07/2015 01:44:54
Textos deste autor
Offline
veríssimo
COMO A DUREZA DO TEMPO
COMO A DUREZA DO TEMPO Granito bruto a cintilar o brilho do teu corpo E da pedra dura e bruta...
Enviado por veríssimo
em 05/04/2015 02:39:46
Textos deste autor
Offline
veríssimo
CERTEZAS DE AÇO
Nunca sinto saudade antes do almoço Não acordo antes do anoitecer Ainda me dói a dor que não sint...
Enviado por veríssimo
em 08/01/2015 22:12:01
Textos deste autor
Offline
veríssimo
SONHO POETA DE UMA PRAÇA
Na praça das palavras Palavras querem as praças E sozinhas não bastam A vida resiste e querem as ...
Enviado por veríssimo
em 03/01/2015 18:37:22
Textos deste autor
Offline
MarySSantos
Acampamento-II
abre o dia e folheio a agenda solar alongo-me para árdua caminhada uma outra vez. reconforta-...
Enviado por MarySSantos
em 08/10/2014 12:49:22
Textos deste autor
Offline
ângelaLugo
TEU PEITO ACONCHEGANTE
“É no teu peito que descanso a minha alma É nele que sinto a paz que tanto procuro” Por favor,...
Enviado por ângelaLugo
em 11/08/2014 18:50:45
Textos deste autor
Offline
chintons
Uma velha história
Não me culpe por não ter o dom de abrandar tempestades impetuosamente socamos nuvens aprisionam...
Enviado por chintons
em 24/04/2014 00:14:38
Textos deste autor
Offline
RobertoEstevesdaFons
COMO É BOM SER DUENDE
Meu peito ascende, nada aqui me prende, que bom ser duende!
em 04/12/2011 19:15:22
Textos deste autor
Offline
RitaSchultz
QUANDO EU PARTIR
apenas não posso chorar agora: minhas mãos do oceano do seu sorriso se desprendem porque há um r...
Enviado por RitaSchultz
em 13/09/2011 17:30:29
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Coração de pedra
Coração de pedra Quando o cirurgião abrir o seu peito Para que possa fazer uma operação Olhará...
Enviado por João Marino Delize
em 02/04/2011 15:41:00
Textos deste autor
Offline
TempestadeSilenciosa
Esperança
Tenho um coração que bate Descompassado no peito aberto por você e não sei o que fazer das f...
em 30/11/2010 22:08:34
Textos deste autor
Offline
POETISADEMG
UM POEMAS DE DESABAFO.
MEU PEITO ARRANHA DE DOR MINHA MENTE EXPLORA O SEU AMOR MAS COMO CONTINUAR COM VOCE SE AO TE VER ...
Enviado por POETISADEMG
em 10/10/2010 22:58:27
Textos deste autor
Offline
anakosby
No oco do meu peito
No oco do meu peito Tronco Vazio Árvore flor Corpo já partiu Toco corpo Oco pouco ...
Enviado por anakosby
em 17/09/2010 03:02:41
Textos deste autor
Offline
rosafogo
UM DIA POR TARDAR
UM DIA POR TARDAR Apagou-se a luz já não vejo Estradas cristalinas no meu dia Já se ap...
Enviado por rosafogo
em 16/09/2010 16:12:19
Textos deste autor
Offline
Cláudia Banegas
Enquanto você dormia
ENQUANTO VOCÊ DORMIA EU FIZ UMA POESIA QUE DIZ ASSIM: AMOR SEM FIM ÁGATA RUDE BRILHO CARMIM AMO...
Enviado por Cláudia Banegas
em 03/08/2010 04:04:00
Textos deste autor
Offline
rosafogo
Caem sobre mim tantas lembranças
Caem sobre mim tantas lembranças Hoje o Sol mudou de janela E meu destino se esqueceu de urdir E...
Enviado por rosafogo
em 09/06/2010 00:01:34
Textos deste autor
Offline
rosafogo
Um rosto anónimo
UM ROSTO ANÓNIMO Meu rosto, anónimo me parece. Difícil é encará-lo de frente Mesmo que estenda a...
Enviado por rosafogo
em 07/05/2010 21:53:04
Textos deste autor
Offline
Cláudia Banegas
Poema Pueril
Tu és na terra meu cantinho Pedacinho a beira-mar Onde começa meu caminho Onde acaba meu penar ...
Enviado por Cláudia Banegas
em 27/04/2010 01:15:31
(1) 2 3 »