https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Cinzas

 
Tags:  amor  
 
Sonhei com ele
No desespero de uma lentitude imaginável
Seu corpo se rompia entre meu olhos
E pegava fogo
Sua cinzas e ao vento e gritava pelos os ventos
Como assim te perdi caro?
O tempo se fecha
As lagrimas das nuvens
Teu cheiro se foi
Na amargura das cinzas
Das cinzas
Das cinzas
O tempo te transformou em tirinhas
De uma rima.

 
Autor
MariaBandeiraSilva
 
Texto
Data
Leituras
263
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
2
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 24/08/2015 11:51  Atualizado: 24/08/2015 11:51
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29222
 Re: Cinzas
Sonhos levados pelos instantes dos imagináveis, onde ficaram as essências