https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Doce criatura alada

 
Doce criatura alada
 
Deixo a loucura levar-me ao teu encontro,
Como se possível fosse tu seres minha.
Mas és pássaro solto que não se aninha,
Se eu te procuro num céu, já estás noutro.

Sei que te apraz este vento de mudança,
E a liberdade já fez morada no teu peito,
Buscas sempre o horizonte, não tem jeito,
Tento seguir-te, mas te perco na distância.

É quando percebo que jamais será possível
Tua companhia para um voo aprazível,
Sermos cúmplices numa eterna revoada.

Então contemplo teu lindo bater de asas,
Teu desejo de liberdade que extravasas,
Voa longe, minha doce criatura alada...

 
Autor
arturmacedo73
 
Texto
Data
Leituras
461
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
kirinka
Publicado: 18/09/2015 17:29  Atualizado: 18/09/2015 17:29
Colaborador
Usuário desde: 17/03/2015
Localidade:
Mensagens: 758
 Re: Doce criatura alada
___________________________________________

Muito Lindo!
e bom, esse jeito doce, em entender a liberdade
do outro...ao mesmo tempo, apreciando o seu voo.


Levo comigo. Abraço da Luka!