https://www.poetris.com/
 
Textos : 

Meu Fascínio

 
MEU FASCÍNIO

Nas horas que estou só, estes momentos que me pego a escrever, pode haver mais pessoas comigo no local, mas me isolo na minha solidão existencial, escuto vozes.
Lembro-me do falar cantado das mulheres, o dizer delas soa-me como música aos meus ouvidos, a cadência do dizer e suas entonações é algo que transmite emoções. Como sou poeta, e trabalho com sentimentos, a companhia feminina me traz desde alegria as mais doces recordações.
Basta ficar calado a ouvir as vozes que saem a minha volta, e a alegria existencial brilha no meu ser, traduzida pela música aos meus ouvidos. Posso não entender todas as palavras, posso não decifrar as idéias, posso perder-me sobre o peso imaginário dos seios que vejo, mas a música brota em minha alma, causando-me uma simpatia entre o meu ser e o meu ouvir.
Sei também que estas palavras que me embalam podem um dia magoar, me trazer preocupações, mas isto é o que mais me fascina: a mulher não esconde emoções no seu dizer!
É como se todas as músicas que elas cantassem fossem sempre interpretadas, podem se perder na técnica por excesso de emoção, e isto me fascina e me deixa sem razão!


Leia mais: http://www.titolaraya.com/news/meu-fascinio/


 
Autor
Tito-Mellão-Laraya
 
Texto
Data
Leituras
293
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/12/2015 20:42  Atualizado: 03/12/2015 20:42
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29228
 Re: Meu Fascínio
As inspirações vem naqueles momentos que algo capitamos, em sentido, onde os sentimentos se evanescem.

lindo poema

martisns