https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Saíra

 
 
Nas penas da saíra as cores do arco-íris,
tão livres! tão livres!
que colore a minha íris,
sorrindo, tingindo,
cantando a alvorada num sarau tão lindo!
observo seu canto como um bardo,
no proscênio do seu galho,
os ventos que sopram vem, aspergindo os aplausos, ovacionados do orvalho
e jardim se flore emocionado
quando sente a paixão do seu encanto afinado.

 
Autor
vandin99
Autor
 
Texto
Data
Leituras
596
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
0
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.