https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

me dirijo a você

 
Perdi o traquejo da escrita.
Já não sei arrumar as palavras
de tal modo
que brilhem como as estrelas
do tempo que tinha esperança.
E como me dirigir a você?
Tem que ter uma forma especial
para me dirigir às musas,
às ninfas,
às deusas...
Não pode ser assim,
de qualquer jeito,
que irreverência resvala em sacrilégio.
Há que se buscar fundo a sensibilidade
e somente os poetas conseguem tal prodígio.
Pensei em chamar Vinícius ou Pessoa...
Por fim, resolvi assumir a minha mediocridade
e ensaiar os passos tímidos e trêmulos
na dança da comunicação escrita:
Estou muito aquém das tuas expectativas...
Não faço parte dos teus sonhos
embora tenha sonhado contigo por todo o tempo.


 
Autor
Pacheco
Autor
 
Texto
Data
Leituras
747
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 08/01/2016 09:35  Atualizado: 08/01/2016 09:35
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29801
 Re: me dirijo a você
Palavras blandas acionadas a uma alma, onde um ser por ela esta totalmente apaixonado.

magnifico poema

Enviado por Tópico
s.i.s
Publicado: 11/01/2016 01:14  Atualizado: 11/01/2016 01:14
Muito Participativo
Usuário desde: 30/11/2015
Localidade: São Paulo
Mensagens: 85
 Re: me dirijo a você
Se a pessoa não ver o valor que tem em mãos não merece tocar um milímetro, por tanto seja sempre você, escreva como gosta e quem merece irá reconhecer seu mérito.