https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O jeito dela

 
Tags:  amor    paixão    Bento  
 
É ela, e só ela. Quando passo na rua, é o jeito dela, o rosto dela. Tudo dela. E sigo de carro, até ao trabalho. É ela e só ela. A voz dela, o riso dela. Tudo é dela. O meu corpo, o meu cérebro, o meu coração, o meu respirar....
Dela e só dela. Dela, tão dela. E é ela que assim o quer, sem querer. É o jeito dela, o riso dela, o toque dela, toda ela o sabe. E o que é feito dela? Nem sei, nem ela sabe. Apenas sei que estás nos meus dias, nos meus olhos, nas minhas mãos, no meu peito, no meu corpo, na estrada em que viajo todos os dias. Estás naquela rua em que passo todos os dias, estás naquela chávena que beijo ao beber o café quente que me lembra o calor de teu corpo. Estás em tudo. Ela é tudo. Ela está na cama deitada comigo quando adormeço. Ela visita me nos sonhos. É o jeito dela de ser tão minha. É o jeito dela de me ter tão dela.

 
Autor
mbento
Autor
 
Texto
Data
Leituras
695
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.