https://www.poetris.com/
 
Mensagens -> Amor : 

FRAÇÃO DE INFINITO

 
Open in new window


FRAÇÃO DE INFINITO

Nesta fração de infinito em que sou tua
Gosto quando passeias por minhas avenidas e ruas
Com tua língua molhada e louca
A colher meu mel em minha colméia
Me levando ao céu
Quando entre as hastes da minha espera
Enquanto sorvo tua essência
Em êxtase, eufórica e alerta
Te sentindo se derramar
Preparando a futura colheita
Sentindo tuas mãos grandes e quentes
Passeando inquietas se cautela
Acendendo o fogo que se nivela
Tomando meu corpo inteiro
Neste frenesi que me rende
E me prostra aos teus pés indefesa
A mercê dos teus desejos
Sem reservas ou pudores!...
E neste misto de sentimentos,
De desejo e pertencimento,
M’entrego numa cavalgada intensa
De todos os modos e movimentos
A invadir meus territórios
Numa paixão avassaladora
Onde o recomeço
É sempre a próxima hora.

(Mônicka Christi)




O homem justo cresce e se desenvolve ético por opção, não por coersão.


Mônicka Christi


 
Autor
Mônickachristi
 
Texto
Data
Leituras
706
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/03/2016 19:39  Atualizado: 30/03/2016 19:39
 Re: FRAÇÃO DE INFINITO
ETA, eta! Delicioso poema!