https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

desapego

 

livre das coleiras
do presente
de braços abertos
e peito ao céu
alargo-me
em silencio

mesmo que
ondículas
surjam provocadas
pelas pedras
atiradas pelo destino

ser-me-ei um lago
cálido e
cristalino









poesia; minha palavra preferida

MarySSantos

 
Autor
MarysaSanches
 
Texto
Data
Leituras
1611
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
4
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Frederico
Publicado: 10/06/2016 14:44  Atualizado: 10/06/2016 14:44
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2014
Localidade: Loures
Mensagens: 603
 Re: desapego
Quanta beleza num simples poema
onde serás uma ondícula que surge
provocada pelas pedras atiradas do destino
Sensacional
FC


Enviado por Tópico
geraldocoelho
Publicado: 10/06/2016 18:43  Atualizado: 10/06/2016 18:43
Colaborador
Usuário desde: 14/11/2010
Localidade:
Mensagens: 625
 Re: desapego
A paz do espírito...A alma calma...A poesia a brotar!...
Gostei, minha cara poetisa; aaaaplausos e beijos fraternos.