https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Relacionamentos : 

INDEFERIMENTO

 
Tags:  querer    amores    justica  
 
Open in new window


INDEFERIMENTO...

Leio nas páginas do teu querer

Os versos luminosos da tua palavra branda

E decifro teus desejos impossíveis

Que escorrem da janela dos teus olhos tristes

Querendo o céu com todas as estrelas

Mas a palavra NÃO foi necessariamente imposta

E em tantas outras páginas a encontramos

E deixamos esta Sentença desfavorável transitar.

Sem recursos, sem poder apelarmos à outra instância.

Indeferindo um amor que achamos ser justo.

Então...

Ficaremos às margens de uma história

De bem com o que temos

Nas palavras trocadas...

Da música que embala....

De vagas imagens...

Mas na calma do encontro ao acaso...


Usei algumas expressões que são da área jurídica.
 
Autor
Branca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
847
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
52 pontos
14
7
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/06/2016 17:35  Atualizado: 10/06/2016 17:35
 Re: INDEFERIMENTO
queria ter, em alguns momentos desse meu "deambular" pelos corredores disso que convencionou chamar-se vida, essa capacidade de ver além do que se vê, entender mais onde uns entendem tudo e outros nada; talvez reformulando minha petição inicial por meio de um pedido de vista, consiga um parecer favorável do criador e então... lograr exito no quesito entendimento.

Gostei


Enviado por Tópico
geraldocoelho
Publicado: 10/06/2016 18:36  Atualizado: 10/06/2016 18:36
Colaborador
Usuário desde: 14/11/2010
Localidade:
Mensagens: 625
 Re: INDEFERIMENTO
Acaso, pode alguém proibir o amor?!...Este indeferimento é injusto; porém o teu "INDEFERIMENTO"; eu gostei!...Um lindo versejar!...Estás pois, de parabéns, cara poetisa; aplausos e beijos fraternos.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/06/2016 19:32  Atualizado: 10/06/2016 19:32
 Re: INDEFERIMENTO
Que se faça vista.
Cautela com a coisa citada.
Que a parte se justifique.
Se não foi um desejo comum aos dois.
E não aceitando se a inviabilidade.
Do cujo.
Data vênia, que se faça vista ao exame das provas.
Sem a necessidade de outro Habeas corpus.
Por não concordância com a jurisprudência.
De um coração que não soube se calar.
Indo de encontro com a razão, desse dispositivo.
Sem nada ter a haver que influencie a sentença.
Toda via.
Indeferir o disposto legal.
Indo se de encontro, as nuances e a imparcialidade.
Da suspensão.
Contra o amor e suas legalidades e injusto e cruel.
Pois quem ama protege.
Que a matéria seja julgada.
Vetando se sua indefinição.
Sacramento e dou fé.
PG


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 10/06/2016 21:19  Atualizado: 10/06/2016 21:19
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: INDEFERIMENTO
Muito interessante o teu poema, Branca querida, em usar termos jurídicos, pra fazer sintonia com o título Indeferimento. Muito bom, amiga.

Tantas relações são assim, transitando na vida, sem recurso, sem apelação, sem nenhuma instância pra apelar. Simplesmente acontece e pronto. Sendo assim, que deixemos a vida nos levar...

Parabéns , amiga!

Bjinhos....


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 11/06/2016 04:18  Atualizado: 11/06/2016 04:18
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16261
 Re: INDEFERIMENTO
Parabéns Branca
Gostei imensamente!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/06/2016 23:25  Atualizado: 13/06/2016 23:25
 Re: INDEFERIMENTO
...tanto sentir, tanto a dizer, um ser tão profundo e belo só poderia escrever algo tão lindo assim, uma leitura de corações. Parabéns.


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 15/06/2016 13:40  Atualizado: 15/06/2016 13:40
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29334
 Re: INDEFERIMENTO
Muitas vezes um relacionamento é indeferido pelo tempo que somente os instantes vividos os traduzem. Uma ação temos que tomar quando os sentido estão deixando de se amar. O desiquilíbrio dos pensamentos se torna muitas vezes o inicio desse fim.

para muito se refletir