https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

ANCORADOURO

 
Tags:  saudade    mar    lembranças    amores    ilha  
 
Open in new window


Fica muito longe o porto onde me ancorei

Distante dos mares turbulentos e frios

Um porto fincado no meu silêncio, e

Nas vontades guardadas...

Sim já não se quer tanto como antes

As lágrimas lavaram a areia dos olhos

Um cansaço do tempo

Ainda bate um coração escasso de sonhos

De dores que não dilaceram como antes

Hoje pulsa mais manso

Minhas Lembranças são passarinhos ingênuos

Fazendo ninhos na tempestade

E, nos oceanos das minhas paixões

Uma maré de águas silenciosas

Indiferente ao barco que carrega

Viaja dentro de mim chegando onde preciso

E ancora... nesse porto onde fiz morada

Num mar mais tranqüilo, numa ilha esquecida...

 
Autor
Branca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
333
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
8
5
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 24/10/2018 01:14  Atualizado: 24/10/2018 01:14
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16003
 Re: ANCORADOURO
Branca
Sensível!
Encantada!
Levei!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 24/10/2018 12:18  Atualizado: 24/10/2018 12:18
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29159
 Re: ANCORADOURO
Sentidos que vem dos ventos, um aquilo bate em nossos corações, onde a cores do amor choram dentro de nosso olhos.

Verdadeira magia esse linda e bela poesia


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/10/2018 14:20  Atualizado: 24/10/2018 14:20
 Re: ANCORADOURO
...se chegou, é sinal de realização. Se ancorou, é sinal de integridade, se conseguiu olhar o mar, foi ter paz em seu coração. Parabéns.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 25/10/2018 22:55  Atualizado: 25/10/2018 22:55
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12484
 Re: ANCORADOURO P/Branca
Achei um belo acto de coragem depois de andar na crista das ondas deixar levar-se até à praia e sentir o coração a bater tranquilamente e a vida continua... Muito perceptível e fluente, gostei muito, beijinho grande Vó