https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

Sabores de amor

 
Vesti o teu corpo pela manhã,
Na hora em que o meu mal se vestia
No amor o teu cheiro a hortelã
Com beijos de sabor a melancia

Prendi-me ás amarras do teu cais,
Em ondas de prazer e calmaria
Os sabores que sentia eram reais
Enquanto o teu corpo no meu se fundia.

Paula Martins
04/01/07
 
Autor
PaulaMartins
 
Texto
Data
Leituras
1530
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 06/01/2007 00:06  Atualizado: 06/01/2007 00:06
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Sabores de amor
Cabe-me a mim o primeiro elogio a este texto. Impressionante, a calma que as palavras certas na sequência certa transmitem. Magnífico e delicioso pedaço de escrita.

Valdevinoxis


Enviado por Tópico
Junior A.
Publicado: 06/01/2007 11:21  Atualizado: 06/01/2007 11:21
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2006
Localidade: Mg
Mensagens: 894
 Re: Sabores de amor
Só tenho á concordar.
Perfeita harmonia.

"Prendi-me ás amarras do teu cais,"

Pena não se tratar de um amor explicitado
Mas um amar, que por hora, malogrado.
Por isso pedes, ainda que nem te ouça o dono de tal ensejo.

Mui bueno




Enviado por Tópico
Dionísio Dinis
Publicado: 13/01/2007 11:44  Atualizado: 13/01/2007 11:44
Da casa!
Usuário desde: 15/04/2006
Localidade:
Mensagens: 203
 Re: Sabores de amor
Saboroso e colorido poema, breve e pleno de maestria!Adorei!

Enviado por Tópico
JB
Publicado: 15/01/2007 18:50  Atualizado: 15/01/2007 18:50
Membro de honra
Usuário desde: 05/09/2006
Localidade:
Mensagens: 531
 Re: Sabores de amor
Paula, foi lindo sentir esse cheiro a hortelã, que eu gosto tanto
um bj
JB