Poemas : 

Ao te ver

 
Ao olhar o infinito
Não vejo você lá
Olho um pouco pra cá
E vejo seu olhar
Seu coração a de me amar
Do meu lado tudo fica mais bonito.

As vezes o meu pensar
E de sempre te amar
Mas o futuro o que acontecerá?
Será que tudo passará?
Ou simplesmente ainda ocorrera
Como se a de esperar quero te amar.

Não quero o infinito, quero o necessário
Para que você me ensine o contrario
Do que não é gostar de você
Espero um dia vê
Aprender o verdadeiro amar
O que seria mais que gostar
E menos do que odiar
O simples desejar.

Leopoldo Rodighiero Pinto
 
Autor
leopoldo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
574
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.