https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Estados de alma

 
Não, não foi por ego
nem por ganância
ou outro atributo fútil,
o que me levou a embarcar
no sonho de dar voz às palavras
abrindo os livros,
e com eles o meu coração inteiro
dentro e fora de todo o esboço e empenho,
ao longo de noites de partilha e aprendizagem…

Foi por amor às palavras
com ou sem verso,
com gente por dentro,
almas que habitam as palavras
escritas e guardadas no tempo sem tempo!

Conheci e alcancei
muito mais que simples palavras,
foram e são afetos reais e abertos,
ouvidos vivos
que sinto sem os tocar nem olhar
sinto…intensamente…sinto
estados de alma… sangue vivo!

Estados de alma
onde se cresce sem lucros
e isso tão poucos entendem,
mas que importa isso
para a verdadeira alma e poesia?

E mesmo que as palavras se calem
viverão sempre no meu tempo
na minha memória
nas minhas palavras sem adjetivos
ilustrativos ou destrutivos,
tal como os livros
a eternidade é o meu tempo
mesmo em partidas…do destino!



Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
264
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.