Poemas : 

O escuro estanca quando chegas

 

Open in new window



Tudo foge...
Até cor cobre das mãos
Por entre os pingos de amor
Chorados pelo clarão do velho céu


Tudo corre
Até o sentimento
Preso nos olhos meus


Mas tudo muda
Quando chegas
E dás volta à solidão




 
Autor
Felizbela
Autor
 
Texto
Data
Leituras
131
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
2
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 28/10/2016 19:00  Atualizado: 29/10/2016 20:00
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade: Cacém
Mensagens: 897
 Re: O escuro estanca quando chegas
O último terceto...
Nada de extremamente inovador, um anti-tudo que foi todo o poema.
Mas nessa simplicidade, nessa volta dada, com o fim da solidão, começa o poema que foi.

O título estanca-nos e a escuridão esvai-se, por outro sítio qualquer.

Gostei muito.

Enviado por Tópico
Maddy
Publicado: 17/02/2017 18:07  Atualizado: 17/02/2017 18:07
Da casa!
Usuário desde: 06/11/2016
Localidade:
Mensagens: 207
 Re: O escuro estanca quando chegas
Perfeito!

Já tinha lido mas voltei para fazer justiça.

Obrigada.

Bjs

MD