https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Solidão : 

Quantas noites envolvido de Solidão (Indiferença)

 
Tags:  amor    solidão    morte    noite    Deus    estrela    amante  
 
Quantas noites envolvido de solidão,
Triste... eu chorava.
E imaginando uma constelação,
De única estrela! Eu amava.

E passava, de loucuras uma madrugada...
Encostá-la de leve contra meu peito
E tê-la como minha amada,
Amante e companheira do meu leito.

E dormia de cansaço,
Chorando por não ser real!
E pedia teu abraço...
A Deus, ao menos para ter um ideal.

Mas é tarde! Não choro e nem sorrio...
Apenas sofro... mudo!
Hoje sou indiferente, sou vazio...
E em mim, morreu tudo!

Kleber de Paula


Kleber de Paula
contato: contabil.kleber@gmail.com

 
Autor
kleberam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
249
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.