https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Condenado

 
Amanhece um novo dia... Aqui jas meu coração carente, que chora pelas ruelas, na lembrança dá triste-bela que dilacerou o amor dá gente... Outrora fora eu o culpado, agora sou eu inocente... Eterno condenado, por o amor não ter presente... Sou falso anjo mal amado, sou mais um inconsequente... Que quando teve o amor ao lado... Não soube ser presente!


Luciano Ebeling Fonseca

 
Autor
luciano
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2050
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.