Fugi por não tratares de mim

Senti-me a secar no teu jardim

Fugi porque de desânimo murchei

Fugi porque sem água sequei

Quero ser replantada

Onde possa ser cuidada

E devidamente amada

De novo quero reflorescer

Com muito amor e alegria

Num qualquer doce amanhecer






M. TERESA SÁ CARVALHO




<a href="http://www.estantevirtual.com.br/" target="_blank" /><img src="http://www.estantevirtual.com.br/imag ... v_badge_1_200px.gif" border="0" width="200" height="227" /></a>

 
Autor
teresa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
954
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.