Poemas : 

Meu pequeno colibri...

 
Na tentativa de ser um homem melhor
Mudei,lutei e bem no final fracassei
Mas apesar de tudo vejo meu coração mudado
Pelo tanto que eu te amei

E todo o ódio que eu possuía
Se esvaiou de mim
Minhas mãos outrora assassinas
Te escreveram elas
em letras muito finas
poemas de amor sem fim

E meu coração??
Tão batido e espezinhado
Que ainda hoje se recusa a se deixar tocar
Amando-te sempre desconfiado
Mas sem nunca ,nunca te deixar pousar

E eu??...
Sou assim
Um ferido humano
Um anjo abandonado
E às vezes??...
Sou aquela brisa calma e rara
Que o vento trouxe para o teu jardim

E também eu me alimento de ti
Teu amor me consome
Que se torna quase insuportável a dor
E como arde por dentro
Ter de novo esse sentimento
Meu amor,minha flor. .
Meu pequeno colibri..


" com ou sem qualidade mas não dá mesmo para deixar de escrever"

 
Autor
kripy
Autor
 
Texto
Data
Leituras
87
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
8
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Lifesantana
Publicado: 20/03/2017 21:39  Atualizado: 20/03/2017 21:40
Da casa!
Usuário desde: 12/12/2016
Localidade: Brasil
Mensagens: 208
 Re: Meu pequeno colibri...
P/ kripy

Como te compreendo!
Há que ganhar força e seguir em frente aproveitando o que de melhor a vida tem meu amigo!

Deixo-te um cravo de carinho para alegrar este teu coração amigo!
Ficas bem!
Beijinhos!!

PS: que bom vc resolveu voltar!!

Maria Laís.


Enviado por Tópico
Angeline
Publicado: 21/03/2017 05:16  Atualizado: 21/03/2017 05:16
Colaborador
Usuário desde: 07/01/2017
Localidade:
Mensagens: 999
 Re: Meu pequeno colibri... P/Kripy
Meu querido amigo Kripy
Ver-te aqui, novamente nos presenteando, com
poemas , com esse, de grande qualidade, trazendo nele,
apesar de muita amargura, um sentimento, um amor,
que te inspirou para o compor.
Bem vindo e obrigada por retornar.
Receba 1 milhão de beijinhos ,
Com carinho da Angeline


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 21/03/2017 13:34  Atualizado: 21/03/2017 13:34
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 6343
 Re: Meu pequeno colibri.../ PARA KRIPY
Os amores em geral, oscilam entre a harmonia e o conflito, e são comuns a todos nós que buscamos a realização íntima através deles, mas nunca conseguimos realizar plenamente esse intento, por que somos seres únicos, com muitas diferenças no modo de pensar e sentir.
São raras as chamadas "almas gêmeas" que encontramos na poesia, nos romances, nos filmes. Na vida real, a história é bem outra.

Ainda bem que existe a poesia para fazer transbordar todo esse anseio que li em seus versos, amado Kripy!

Que bom que voltou. Amei !!!

Beijos de boas vindas, amigo querido!


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 25/04/2017 12:12  Atualizado: 25/04/2017 12:12
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3848
 Re: Meu pequeno colibri... P/ Kripy
Bom dia Kripy,

Quanta ternura encontrei hoje nesta leitura, nestes versos repicados de romance que teceste habilmente e que eu adorei.

Podias ter escrito apenas:
"...
E eu??...
Sou assim
Um ferido humano
Um anjo abandonado
E às vezes??...
Sou aquela brisa calma e rara
Que o vento trouxe para o teu jardim

E também eu me alimento de ti
Teu amor me consome
Que se torna quase insuportável a dor
E como arde por dentro
Ter de novo esse sentimento
Meu amor,minha flor. .
Meu pequeno colibri.."

E tudo ficaria já dito/escrito, da beleza dos teus sentimentos e pensamentos, e da arte que detens ao compor um poema.
Parabéns meu "filhote poético".

Beijinhos da mamãe
Eureka

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 25/04/2017 16:38  Atualizado: 25/04/2017 16:38
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 9823
 Re: Meu pequeno colibri... P/KRIPY
...o colibri sempre se alimentou da flor! Dependem um do outro, não há flor que passe sem a beleza do seu colibri, nem colibri sem a sua flor. Neto amargurado a sua volta traz alegria e não desespero. VIVA! HAJA ALEGRIA E PARABÉNS! Abração da vovó