https://www.poetris.com/
Poemas : 

SENSAÇÕES!

 

No convénio de sensações
E decepções,
encontro-me
nas veredas da alma
procurando envergar
as marcas do tempo

Para que ao vaguear
no fustigar das emoções
camuflar sensações
e decepções

Amargo ou doce
que venha essa sensação
que venha!
darei a senha
do meu pensamento
para jubilares
o seu profético encanto
que tanto venero
como um santo

Faca chuva ou faça sol
que venha essa sensação
que venha!
pois bem sabes
que do amor
puro e verdadeiro
nasce a fragrância
da felicidade

Numa convergência
destímida entre sentimentos
e pensamentos
que venha essa sensação
que venha!
oferecendo a paz
nas alvoradas da emoção


Em vigília com os versos
e sonetos
que venha essa sensação
e purifica
o meu astuto coração.

Adilson Pinto – 26/04/2017

 
Autor
adilson-Pinto
 
Texto
Data
Leituras
188
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 28/04/2017 14:36  Atualizado: 28/04/2017 14:36
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: SENSAÇÕES! PARA ADILSON
Gostei desse poema em que versas sobre esse processo biológico fisio-mental , sensação que o mundo exterior exerce sobre o mundo íntimo para transformá-lo e depois irradiar prazerosas sensações devidamente metabolizadas pelo pensamento e sentimento , de dentro pra fora!!

Bravos Adilson por esse teu talento incrível!

Beijinhos devidamente metabolizado com carinho!!