https://www.poetris.com/
Mensagens -> Desabafo : 

PRAZER PASSAGEIRO

 
Tags:  poema  
 
PRAZER PASSAGEIRO
 
PRAZER PASSAGEIRO
(Jairo Nunes Bezerra)

Tento sempre esquecer-me do motel de segunda,
Em que fostes minha por poucas horas...
Depois do intenso orgasmo virastes vagabunda,
Deixando-me solitário partindo sem demora!

Antes, para concretizar a nossa aproximação,
De meu carro fostes a motorista ativa sem destino...
Levaste-me para um quarto sem expressão,
E emocionado fiquei parcialmente sem tino!

E agora o que fazer de minhas enegrecidas noites?
O teu desprezo virou eterno açoite,
Cicatrizando as minhas fantasias!

Quero-te mais uma vez agora na minha cama,
A falta disso a minha sensualidade reclama,
E tua nova aproximação ávida de prazer desejaria!






 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
87
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.