https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Entre a névoa

 
Tags:  enigma sentimento  
 
O enigma da rua
É um grito
de silêncio,
Em uma noite sem lua
e sem estrelas, no paradigma
do tempo.

Entendo
por entender
Que solidão
não é sofrer,
Sofrer é viver,
viver
é sobreviver.

Muito além
do que
Sonhar...,
muito além
Do que saber;
é saber
que estás
vivo,
Vivendo
pra sonhar
Muito além
do infinito.

Acho que enfim
Me tornei poeta, não
Sei mesmo
se sou,
Sou parte
da minha
história;
Do sentimento interpretador.

Entre
a névoa
da solidão
No coração nasceu
uma flor,
a alegria
do poeta
Veio lhe
de encontro,
Nos braços
de um
Novo amor.

(Generino)


O amor é chave que
abre muitas Portas.
Enquanto ele existir
Existirá a chance do
Poeta sorrir


 
Autor
Jerenino
Autor
 
Texto
Data
Leituras
280
Favoritos
5
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
68 pontos
16
6
5
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 20/08/2017 12:00  Atualizado: 20/08/2017 12:00
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 5753
 Re: Entre a névoa
É óbvio que quem sofre vive e no viver, a solidão serve de reflexão ao passado, ao presente e ao futuro que se avizinha.

Belo poema! Amei, parabéns, amigo.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
johnmaker
Publicado: 20/08/2017 12:30  Atualizado: 20/08/2017 12:30
Colaborador
Usuário desde: 02/05/2016
Localidade:
Mensagens: 1285
 Re: Entre a névoa
..sempre, o poema, sempre . Belíssimo, parabéns


Enviado por Tópico
RaipoetaLonato2010
Publicado: 20/08/2017 17:11  Atualizado: 20/08/2017 17:11
Colaborador
Usuário desde: 13/03/2010
Localidade: Paulínia-SP
Mensagens: 2589
 Re: Entre a névoa
"a alegria do poeta
Veio lhe de encontro,
Nos braços de um
Novo amor".

Acontece o novo amor,
há deslumbramento...
o poeta derrama-se.

O poema escorre
no vazio do tempo
como um rio
na alma.


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 20/08/2017 21:31  Atualizado: 20/08/2017 21:31
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 5919
 Re: Entre a névoa
Boa tarde, Jerenino,

Parabéns,pela obra exuberante.
Magistral decorrente da alma de um poeta,
só um poeta com o quê a mais consegue desfolhar
um sentimento interpretador.

Abraço,
Mary Jun


Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 22/08/2017 14:23  Atualizado: 22/08/2017 14:23
Colaborador
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3940
 Re: Entre a névoa

Intensamente lindo, menino.
É adorável ler-te.
Um beijinho!

*-*


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 22/08/2017 14:37  Atualizado: 22/08/2017 14:37
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15426
 Re: Entre a névoa
Jerenino

Entendo por entender
Que solidão não é sofrer,
Sofrer é viver,
viver é sobreviver.

Amei! Vejo uma bela poesia filosófica aqui!
Encantada!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 22/08/2017 15:21  Atualizado: 22/08/2017 15:21
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Entre a névoa/ PARA JERININO
Gostei demais desse poema em que versa uma solidão que não é dor, não é sofrer!

O poeta, denota a visão clara desses momentos à sós, abraçando a poesia e fazendo nascer a flor!
Lindo demais Jerenino, parabéns !
Beijinhos florais !


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 28/08/2017 12:31  Atualizado: 28/08/2017 12:31
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 28799
 Re: Entre a névoa
Poema que eleva aquele belos sentimentos que vem dos olhos