https://www.poetris.com/
Poemas : 

Quando eu for grande…

 

No auge da pequenez
Nascem sonhos eufóricos:
Quero ser isto ou aquilo
Quando eu for grande

A grandeza vem
A grandeza vai,
Os sonhos se atascam
No lamaçal dos impossíveis

Mas a esperança guerreira
Não desiste,
Perpetua os desejos no tempo
E sonhos continuam a ser sonhos

Dizem que sonhar
É viver o futuro,
Porém, nem todo o futuro
Vem ao presente

Quando o futuro insiste
Em não se juntar ao presente,
A guerreira esperança desiste
E os sonhos morrem virgens

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
185
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
4
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 28/09/2017 21:12  Atualizado: 28/09/2017 21:12
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 14454
 Re: Quando eu for grande…
Adelino
Quando somos pequenos queremos ser tudo, na adolescência ficamos em dúvida e na idade adulta temos certeza do que não queríamos ser e algumas vezes já é tarde! Já somos e fica difícil bancar novos sonhos, geralmente projetamos nossos sonhos nos filhos e acabamos afogando os sonhos desses...
Adorei o poema!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 04/10/2017 16:52  Atualizado: 04/10/2017 16:52
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 28180
 Re: Quando eu for grande…
Um belo poema que mostra a mais bela magia da natureza. O nascer