https://www.poetris.com/
Poemas -> Amizade : 

O mistério do olhar que encanta as estações

 
 
Deusa de uma formosura indecifrável, que conquista com o olhar transcendendo a sua pureza que encanta, sem perceber, até mesmo a primavera.
Inexoravelmente aprendemos que o amor é feito de liberdade e em cada pedacinho de sentimento deciframos que a presença é a essência de nosso viver.
Radias, com o seu jeito inocente e meigo, iluminação ao eterno horizonte que não desperdiça a beleza do encanto dos raios solares e nem se ausenta um só minuto do sabor do barulho das ondas do mar.
Gostaria muito de continuar caminhando, perdido, sem rumo e sem destino, numa tarde ensolarada, assim como o bailar das águas dos igarapés numa noite de luar que parece que não saber onde chegar.
Nunca esquecerei dos pequenos gestos porque as reminiscencias fazem um verdadeiro turbilhão em meu âmago que continua inquieto e desejando ver sempre o reflexo do meu semblante na íris do rosto angelical.
“Yes, yes, nothing never felt to me like you do right now”, profetizou um poeta que traduziu numa melodia agradável o mistério da abstração de um sentimento aberto e livre como o bailar das gaivotas e tudo isso apenas por causa do mistério indecifrável de seu olhar.

 
Autor
jojsouza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
62
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.