https://www.poetris.com/
Poemas -> Tristeza : 

OSCILAÇÃO INVERNAL

 
Tags:  poema  
 
OSCILAÇÃO INVERNAL
 
OSCILAÇÃO INVERNAL
(Jairo Nunes Bezerra)

A indolência se apropria de meu corpo,
Nesta noite infindável e fria de inverno...
Só o sol pode acabar com o meu sufoco,
Reduzindo a frieza deste refúgio Eterno!

Na cadeira de balanço o dormitar se inicia,
Aquecido com raios solares predominantes...
Isso é o que ardentemente queria,
E de prazer fico menos arquejante!

Felizes os pássaros partem em revoadas,
Liberando as águas nas asas rechaçadas,
Desaparecendo na planície azulada!

E eu pobre poeta de um velho tempo,
Deixo de lado os contratempos,
E sorridente vegeto pela noite estrelada!

 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
131
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.