https://www.poetris.com/
Poemas : 

Poeta, mãos de tinta

 
Open in new window

No pensar do poeta,
O mundo gira em volta do amor,
E da felicidade pintada de rosa,
No seu mundo imaginário

Poeta pensa
E o mundo enche de cor,
A rosa é sua preferida
Nas bodas e nas tardes de serenata

Em cada canto do seu canto,
Versos se enchem de cor,
E pelos campos, o poeta vai
Colhendo sorrisos de lírios

Semeiados em cada alma,
Que pelas suas lavras vai
Deliciando de saborosos frutos
Que brotam das suas mãos de tinta

Poeta sente a dor doutrem,
Por ele verte suas lágrimas
Cristalinas de tinta,
Que enchem mares e oceanos

No leito das suas lágrimas,
Corre o mar de tinta
Em vagas prenhes de verdade,
Que têm o mundo como estuário

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
194
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
6
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 07/12/2018 01:24  Atualizado: 07/12/2018 01:24
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9091
 Re: Poeta, mãos de tinta
Boa noite Upanhaca, teus versos desfraldam a aura regimental do poeta em sua plenitude, parabéns pelo vosso redundante poema, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 07/12/2018 15:28  Atualizado: 07/12/2018 15:28
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1559
 Re: Poeta, mãos de tinta
... nos dedos do poeta.. desabrocha a tinta a florir rimas de versos que vem da alma ligada ao coração! Única e bonita esta maneira de nos expressar. Gostei poeta Adelino. Abraço!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 08/12/2018 15:22  Atualizado: 08/12/2018 15:22
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12179
 Re: Poeta, mãos de tinta P/Upanhaca
...é a tinta que sai do coração e com uma boa dose de amor percorre a natureza e abre um arco-íris fantástico que se repercute na alma e saem estas maravilhas! Gostei muito, abraço Vó