https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Terei a morte mansa

 
Open in new window

Minha rainha!
Tua boca é um tsunami,
Quando esboças um sorriso,
Vacila meu coração,
Atingido por ondas do querer,
Que ancoram nas orlas
Da minha alma.
Quando esboças um sorriso,
Me perco nas volumosas ondas
Dos teus lábios, onde nasce
O dilúvio do querer,
Que alaga minha alma
E invade a privacidade
Do meu coração apaixonado,
E deixa tudo a nu,
Ante teu olhar de ninfa.
Minha flor campina!
Me deixe às portas do teu
Imaculado coração. Serei ferrenho
Observador dos teus risos
E sobreviverei aos tsunamis,
Que deles advenham.
Minha doce flor!
Quando deixares de sorrir;
Sem vagas
Sem tsunamis
E claro, sem teus sorrisos,
Terei a morte mansa,
A morte bem querida no auge
Do amor que eternamente te dedico.

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
402
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
34 pontos
10
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jorge-Santos
Publicado: 11/02/2019 17:00  Atualizado: 14/02/2019 11:05
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1905
 Re: Terei a morte mansa









Terei a mansa morte de um Faquir de trança,
Ou terei na morte a mansidão dos campos de França,
A placidez de um quadro lembrando Rubens o velho,
Rembrandt quando novo, Bruegel em Bruxelas,
Uma morte violenta no Japão Samurai, em silêncio
E sem sentença nem ai...







Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 11/02/2019 20:40  Atualizado: 11/02/2019 20:40
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6473
 Re: Terei a morte mansa
Boa tarde, Upanhaca,

Um texto belíssimo... Magistral declaração de amor.

Um abraço,
Mary Jun


Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 12/02/2019 09:41  Atualizado: 12/02/2019 09:41
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1772
 Re: Terei a morte mansa
... romantismo de um primor.. nestes versos que sorriem amor! Que as ondas do mar não terminem e encham o coração! Lindo poeta! Abraço!


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 13/02/2019 12:20  Atualizado: 13/02/2019 12:20
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9249
 Re: Terei a morte mansa
Bom dia Upanhaca, teus versos enredam um personagem totalmente devotados aos encantos de afetos amorosos de um determinado alguém que lhe completa em corpo e alma, parabéns pelo vosso envolvente poema, um abraço, MJ.