https://www.poetris.com/
Poemas -> Reflexão : 

Espiral

 
Espiral

Aqui novamente pra olhar e ficar,
Admirando a sinceridade em seu olhar,
Minha mente continua a se fragmentar,
Ao caminhar lentamente sob a luz do luar,
Só mesmo você, sorridente e bonita,
Pra me tirar dessa profunda bad trip infinita.

Sempre pro lado errado,
o que será então,
Esse rumo sem sentido pra mesma direção,
Caindo nesse buraco, frio e profundo,
E mesmo assim eu continuo o advogado do mundo,
Como um poema pesado,
Sem continuação,
E mesmo não terminado,
Não foram versos em vão,
Ando em círculos, largos,
E sempre pra baixo,
Neste mundo sem sentido,
Sinto que não me encaixo.

É incrível como ainda consigo ser otimista,
Olhando por um único ponto de vista,
Não quero mais divergência,
No mundo já tem tanta,
E Muita gente ainda tá na guerra,
Lutando contra uma planta,
Mas eu vou fazer o que,
Se esse mundo me encanta,
Um amor doentio,
De dar nó na garganta.

-Renato A. Géa Bernar

Aberto a qualquer tipo de sugestão e crítica. Por favor, comente o que achou, dê sua opinião, e aponte com o dedo firme qualquer tipo de erro que eu deva corrigir, ou aprimoramento que eu possa fazer
 
Autor
renato.gea
 
Texto
Data
Leituras
36
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Recentes
Aleatórios
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.