https://www.poetris.com/
Poemas : 

Procura

 

Procura


Há dias em que o meu silêncio
morre afogado nas ondas
de um mar revolto de palavras…

Palavras que nascem
num lamaçal invernio
não há aconchego
uma humidade gritante…

O mar segreda mil e uma certezas
o corpo cansado fica surdo…

A alma viaja para a parte certa
há azul e cristais límpidos…

As mãos buscam as tuas mãos
estás tão perto…sempre perto
as mãos tocam-te…o teu olhar foge…

As palavras são vazias
os silêncios são muros
a inquietude canta sem som…

Mas eu continuo a procurar!


Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
74
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.